Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

09/08/2012

Estudo questiona valor de suplementos de cálcio e vitamina D

Redação do Diário da Saúde

Perda óssea

Prescrever suplementos de cálcio e vitamina D para homens com risco de perdas ósseas por causa de tratamentos hormonais para câncer de próstata parece ser algo muito lógico.

Contudo, epidemiologistas acabam de mostrar que esse tipo de suplementação não prevê a perda óssea e, além disso, pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares.

Pior ainda, os suplementos de cálcio e vitamina D parecem estar fortemente ligados ao tipo mais agressivo do câncer de próstata.

"Não seria tão ruim se apenas houvesse indícios de que não há benefícios. O problema é que há evidências de que os suplementos de cálcio aumentam o risco de doenças cardiovasculares e do câncer de próstata agressivo, a própria doença que estamos tentando tratar," diz o Dr. Gary G. Schwartz, do Centro Médico Batista Wake Forest (EUA).

Terapia de privação de andrógeno

A terapia de privação de andrógeno é o tratamento padrão para homens com câncer da próstata em estado avançado. O tratamento reduz os níveis de andrógenos, dos quais a maioria dos cânceres de próstata dependem.

Tal como ocorre com as mulheres na menopausa, a terapia de privação de andrógeno tem como efeito colateral a perda óssea, ou osteoporose.

Um em cada 10 homens sofre uma fratura em um prazo de dois anos de tratamento.

É por isso que muitos médicos receitam os suplementos de cálcio e vitamina D para seus pacientes.

Para aferir se isso realmente dá resultados, os pesquisadores analisaram dados do acompanhamento de 2.399 homens durante seus tratamentos para câncer de próstata.

Diferença entre dieta e suplementos

Os resultados mostraram que, nas doses comumente recomendadas - 500 a 1.000 ml de cálcio, e 200 a 500 UI de vitamina D por dia - os pacientes tiveram uma perda da densidade mineral dos seus ossos em comparação com os pacientes que não tomavam os suplementos.

Não é a primeira vez que os suplementos de cálcio caem perante as evidências médicas: outro estudo recente mostrou que a suplementação causa problemas cardíacos também para pessoas sem problemas de saúde, ainda que a ingestão adequada do cálcio na dieta seja essencial.

Segundo os pesquisadores, serão necessárias mais pesquisas para revelar o que diferencia tanto o cálcio ingerido pela dieta e o cálcio tomado na forma de suplementos.


Ver mais notícias sobre os temas:

Ossos e Articulações

Vitaminas

Saúde do Homem

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Ciência começa a entender eficácia da Medicina Chinesa contra o câncer

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão