Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

28/06/2012

Tablets interferem com válvulas implantadas no cérebro

Redação do Diário da Saúde
Tablets interferem com válvulas implantadas no cérebro
Áreas do iPad 2 onde foram detectados os campos magnéticos mais intensos nos 3 aparelhos usados durante o teste.[Imagem: Sthale et al./J Neurosurg Pediatrics]

Válvulas magnéticas

A proximidade de tablets pode desativar o funcionamento de válvulas magnéticas implantadas no cérebro.

A constatação, documentada por cientistas da Universidade de Michigan (EUA), foi feita depois que uma mãe relatou que a válvula implantada em sua filha deixou de funcionar repentinamente.

A mãe havia usado um iPad com a criança no colo.

Campo magnético

As chamadas válvulas de derivação são dispositivos implantados no cérebro.

Elas são geralmente usadas para tratamentos de hidrocefalia, para desviar o fluxo de líquido que se forma no interior do crânio, evitando danos ao cérebro.

Como são controladas magneticamente, essas válvulas são suscetíveis à ação de campos magnéticos externos.

O iPad 2, o tablet usado neste estudo, possui vários ímãs em seu interior.

Além disso, o aparelho é frequentemente usado em conjunto com a Apple Smart Cover, que possui ainda outros magnetos.

Existe também a possibilidade de que o efeito seja causado não diretamente por ímãs, mas pelo campo eletromagnético gerado pelo aparelho, embora esta pesquisa não tenha entrado nesse pormenor.

Tablet perto da cabeça

Os pesquisadores testaram 10 válvulas existentes no mercado, submetendo cada uma delas a 100 exposições em diversas distâncias: menos de 1 centímetro (cm), 1 a 2,5 cm, 2,5 a 5 cm, 5 a 10 cm, e mais do que 10 cm.

Na maior proximidade - menos de 1 cm - as válvulas perderam sua configuração em 58% das vezes, quando o Ipad foi usado com o suporte, e 67% para o aparelho isoladamente.

O efeito decai com a distância, atingindo 1% a uma distância de até 5 cm. Não foram detectadas alterações no implante magnético a distâncias maiores nas 100 exposições realizadas.

Tablet e válvulas magnéticas

Apesar de não terem sido observadas alterações em distâncias maiores, os pesquisadores recomendam aos pais e cuidadores que estejam atentos à possível desativação da válvula pela proximidade com o tablet.

Segundo eles, pacientes e cuidadores devem ficar atentos e evitar o uso do aparelho muito próximo dos pacientes, uma vez que o mau funcionamento da válvula só pode ser detectado por um exame realizado no hospital.


Ver mais notícias sobre os temas:

Implantes

Cérebro

Poluição

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão