Técnica de meditação melhora conectividade do cérebro

Papel da mente

Apenas 11 horas de treinamento em uma nova técnica de meditação gera modificações estruturais positivas na conectividade do cérebro.

E, o que é mais importante, as modificações aumentam a eficiência de uma parte do cérebro que ajuda a regular o comportamento de uma pessoa na busca da realização de seus objetivos pessoais.

Esta foi a conclusão de uma equipe de pesquisadores chineses liderados por Yi-Yuan Tang, da Universidade de Tecnologia de Dalian, em colaboração com Michael I. Posner, da Universidade de Oregon, nos Estados Unidos.

O estudo se junta a uma sequência de resultados que questionam cada vez mais o chamado "determinismo biológico", segundo o qual todo o comportamento humano seria resultado de seus genes e da estrutura biológica do seu cérebro.

Treinamento integrador corpo-mente

A técnica é chamada treinamento integrador corpo-mente, ou IBMT (Integrative Body-Mind Training), que foi adaptada da medicina tradicional chinesa na década de 1990. Naquele país ela é praticada por milhares de pessoas.

Agora, graças à colaboração entre o grupo chinês e os psicólogos norte-americanos, esta nova técnica de meditação está sendo ensinada a alunos de graduação na Universidade de Oregon.

O novo estudo - publicado no site da revista Proceedings of National Academy of Sciences - incluiu 45 alunos (28 homens e 17 mulheres) - 22 deles aprenderam e adotaram o IBMT (treinamento integrador corpo-mente) enquanto 23 participantes formaram um grupo de controle, que recebeu o mesmo tempo de um treinamento de relaxamento.

Durante os experimentos, os estudantes foram analisados por equipamentos de imageamento do cérebro. Um tipo de ressonância magnética, chamada imagens de difusão de tensão, permitiu que os cientistas analisassem as fibras de ligação entre as regiões do cérebro antes e depois da prática da meditação.

Controle das emoções

As mudanças foram mais fortes nas ligações envolvendo o cingulado anterior, uma área do cérebro relacionada com a capacidade de controlar emoções e comportamentos.

As mudanças na conectividade começaram depois de seis horas de meditação e ficaram totalmente claras após 11 horas de prática. Os pesquisadores afirmam que é possível que as alterações resultem de uma reorganização da matéria branca ou por um aumento da mielina que circunda as ligações.

As alterações foram observadas somente para aqueles que praticavam a meditação e não no grupo controle.

"A importância de nossos resultados diz respeito à capacidade de induzir mudanças estruturais em uma rede do cérebro relacionada com a autorregulação," afirma Posner, recentemente agraciado com a Medalha Nacional de Ciências dos Estados Unidos. "A rota que sofreu a maior variação induzida pela meditação é aquela que já havia sido demonstrado relacionar-se com as diferenças individuais na capacidade de regular conflitos."

Deficiências na ativação do córtex cingulado anterior têm sido associadas com transtornos de défice de atenção, demência, depressão, esquizofrenia, fobia social e muitos outros transtornos. "Acreditamos que esta nova descoberta é de interesse para as áreas da educação, saúde e neurociências, bem como para o público em geral," disse Tang.

Consciência mente-corpo

A técnica de meditação utilizada - o treinamento integrador corpo-mente - ainda não está disponível ao público, nem mesmo nos Estados Unidos, por ser relativamente recente no Ocidente.

A prática evita a luta para controlar o pensamento, preferindo um estado de repouso em alerta, permitindo um elevado grau de consciência da ligação mente-corpo. Um treinador dá instruções para o ajuste da respiração, imagens para visualização e outras técnicas, tudo acompanhado por uma suave música de fundo.

O controle do pensamento é alcançado gradualmente, através da postura, do relaxamento, da harmonia corpo-mente e da respiração equilibrada. Segundo Tang, um bom treinador é essencial nessa nova técnica.

Veja outras pesquisas recentes que relatam modificações cerebrais induzidas pela meditação:


Ver mais notícias sobre os temas:

Meditação

Mente

Cérebro

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.