Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

24/04/2012

Brasil receberá tecnologia para produção de remédio contra leucemia

Com informações da Agência Brasil e Ministério da Saúde

Mesilato de imatinibe

Um acordo firmado entre dois laboratórios públicos e cinco privados prevê a transferência de tecnologia para a produção nacional do medicamento mesilato de imatinibe, usado para o tratamento de leucemia mieloide crônica.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, explicou que o objetivo da parceria é tornar o país autossuficiente em produtos considerados essenciais para a população.

"A produção nacional do mesilato de imatinibe vai beneficiar os mais de 7 mil brasileiros portadores de leucemia mielóide crônica - mais de 6 mil destes recebem tratamento na rede pública. Com a produção nacional do medicamento por laboratórios brasileiros, o SUS se verá menos dependente de importações, podendo, desta forma, oferecer um tratamento mais estável ao usuário", explicou o ministro.

Esta iniciativa vai gerar uma economia de cerca de R$ 70 milhões/ano para o SUS - apenas em 2011, o Ministério da Saúde gastou em torno de R$ 200 milhões com a compra deste produto.

O mesilato de imatinibe é um medicamento de preço relativamente alto - comprado no varejo, cada comprimido pode custar, em média, de R$ 90 e R$ 370, o que pode somar um valor de até R$ 11 mil por caixa (30 comprimidos).

Gastos em saúde

Padilha lembrou que a saúde demanda atualmente 9% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, além de concentrar de 30% a 35% de todo o esforço de inovação tecnológica do país e mais de 10% da força de trabalho de nível superior.

"Nosso programa de AIDS, uma dos mais amplos do mundo na oferta de medicamentos gratuitos, só é possível e sustentável porque metade dos medicamentos que oferecemos de graça é produzida aqui no Brasil", ressaltou.

"Outro exemplo é o Programa Nacional de Imunização, que só é sustentável porque 96% das doses das vacinas aplicadas são produzidas no Brasil", acrescentou o ministro.


Ver mais notícias sobre os temas:

Medicamentos

Saúde Pública

Câncer

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão