Estudo confirma Teoria dos Machos Idiotas

Estudo confirma Teoria dos Machos Idiotas
Apesar de famosa e largamente aceita, vários estudos questionam a "sobrevivência do mais forte" proposta por Darwin.
[Imagem: Wikimedia]

Nota Editorial

O objetivo do Diário da Saúde ao publicar este texto escrito em um estilo recreativo não é defender que todos os homens são idiotas, mas apenas lembrar àqueles que, vez por outra, sentem-se tentados a dar vazão a expressões menos sensatas, que o final da história pode ser mais tétrico do que se previa.

Teoria dos Machos Idiotas

A teoria de que os homens - os machos - são idiotas e frequentemente fazem coisas estúpidas parece estar firmemente apoiada em evidências publicadas na edição de Natal do conceituado British Medical Journal.

As conclusões são baseadas em uma análise das diferenças sexuais no comportamento idiota.

As diferenças sexuais em comportamentos de busca do risco, nas internações hospitalares de emergência e na mortalidade por acidentes em geral estão bem documentadas. Os machos são mais propensos a dar entrada em um pronto-socorro após lesões por acidentes, em ir ao serviço de emergência com uma lesão esportiva e mais propensos a se envolver em colisões de trânsito fatais.

Entretanto, pouco se sabe sobre as diferenças de gênero nos riscos assumidos por um comportamento idiota. Assim, pesquisadores de três universidades do Reino Unido decidiram testar a "Teoria dos Machos Idiotas" (TMI), que propõe que muitas das diferenças nos comportamentos de risco podem ser explicadas pela observação de que os homens são idiotas e idiotas fazem coisas estúpidas.

Prêmio Darwin

A equipe revisou os dados sobre comportamentos idiotas demonstrados pelos vencedores do Prêmio Darwin ao longo de um período de 20 anos (1995 a 2014), observando o sexo do vencedor - o Prêmio Darwin é concedido a comportamentos idiotas que levam à morte ou à esterilização, ironizando que essas pessoas contribuem com a evolução eliminando seus genes idiotas.

Para se qualificar para o estudo, os candidatos deviam "melhorar o pool genético" da humanidade - eliminando-se da raça humana - utilizando métodos surpreendentemente estúpidos. "A seleção natural considera que alguns indivíduos servem como um aviso para os outros," propõem os pesquisadores.

Os candidatos aceitos no estudo incluem um homem que pegou uma carona para casa engatando um carrinho de supermercado na traseira de um trem, apenas para ser arrastado três quilômetros até morrer, antes que o trem fosse capaz de parar; e o terrorista que colocou uma carta-bomba com selos postais insuficientes e que, ao receber a carta de volta, abriu-a e morreu na explosão.

Das 413 premiações revisadas, 332 foram verificadas e confirmadas de forma independente. Destas, 14 foram compartilhadas por candidatos do sexo masculino e do sexo feminino - geralmente casais excessivamente aventureiros em posições comprometedoras - deixando 318 casos válidos para testes estatísticos.

Destes 318 casos, 282 foram concedidos a homens e apenas 36 prêmios dados a mulheres. Os machos, assim, constituem 88,7% dos vencedores do Prêmio Darwin, e essa diferença sexual é altamente significante, dizem os autores.

Estudo confirma Teoria dos Machos Idiotas
Teorias mais recentes defendem a sobrevivência dos mais bondosos, e não dos mais fortes.
[Imagem: Wikimedia]

Idiotas fazem coisas estúpidas

Este resultado é inteiramente consistente com a Teoria dos Machos Idiotas e dá suporte à hipótese de que os homens são idiotas e idiotas fazem coisas estúpidas.

No entanto, este estudo tem limitações, ressaltam Ben Alexander e seus colegas. Por exemplo, as mulheres podem ser mais propensas a indicar homens para um Prêmio Darwin, ou a diferença de sexo pode refletir diferenças no consumo de álcool entre homens e mulheres, uma vez que sujeitos alcoolizados de qualquer sexo costumam fazer coisas estúpidas - a começar por se embriagar.

Apesar disso, é intrigante que os homens estejam dispostos a assumir tais riscos desnecessários - simplesmente como um rito de passagem, em busca de estima social ou apenas em troca do "direito de se gabar", comentam os autores.

Eles acreditam que a Teoria dos Machos Idiotas merece uma investigação mais aprofundada e, "nesta época de festividades, temos a intenção de prosseguir com estudos observacionais de campo e um estudo experimental - machos e fêmeas, com e sem álcool - em um ambiente semi-naturalista de uma festa de Natal", concluem eles.


Ver mais notícias sobre os temas:

Comportamento

Genética

Sexualidade

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.