Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

26/11/2014

Ter mais filhos aumenta a felicidade dos pais?

Redação do Diário da Saúde
Ter mais filhos aumenta a felicidade dos pais?
"A chegada de um terceiro filho não está associada a um aumento da felicidade dos pais, mas isso não sugere que eles sejam menos amados do que seus irmãos mais velhos."[Imagem: LSE]

O nascimento do primeiro e do segundo filhos aumenta rapidamente o nível de felicidade dos seus pais - mas o nascimento do terceiro filho não.

"O fato de que a felicidade dos pais aumenta antes do nascimento dessas crianças sugere que estamos capturando questões mais amplas relacionadas com a gravidez, tais como a formação de parcerias entre o casal e os planos para o futuro," sugere o Dr. Mikko Myrskyla, do Instituto Max Planck de Pesquisa Demográfica (Alemanha), coordenador do trabalho.

Felicidade com o nascimento dos filhos

De acordo com a pesquisa, a felicidade dos pais aumenta no ano anterior e no ano seguinte ao nascimento do primeiro filho, mas diminui rapidamente, retornando ao seu nível "pré-filho" de felicidade.

O padrão para o nascimento do segundo filho é semelhante, embora o aumento da felicidade antes e ao nascimento seja cerca de metade do registrado no nascimento do primeiro filho.

Mas o aumento na alegria dos pais quando nasce o terceiro filho é negligenciável.

Ou seja, há um ganho temporário de felicidade para os pais, que é maior no primeiro filho, menor no segundo, e quase inexistente no terceiro, destaca Murskyla.

"A chegada de um terceiro filho não está associada a um aumento da felicidade dos pais, mas isso não sugere que eles sejam menos amados do que seus irmãos mais velhos. Em vez disso, isso pode refletir que a experiência da paternidade traz menos novidade e emoção no momento que o terceiro filho nasce, ou que uma família grande impõe uma pressão extra sobre os pais. Além disso, a probabilidade de uma gravidez não planejada pode aumentar com o número de filhos que uma mulher já tem - e isso traz suas próprias tensões," teoriza o professor Myrskyla.

Felicidade do pai e felicidade da mãe

Outro efeito observado é que as mães têm um aumento maior na felicidade do que os pais, tanto no período de expectativa pelo nascimento, quanto quando a criança chega.

As mulheres também têm quedas mais acentuadas do que os homens em sua felicidade, tanto no ano de nascimento quanto no ano seguinte, possivelmente por causa do ganho inicial maior.

Entretanto, no longo prazo não há diferenças entre os níveis de felicidade de pais e mães, antes e após as crianças.


Ver mais notícias sobre os temas:

Felicidade

Gravidez

Relacionamentos

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Cientistas dizem ter descoberto cura definitiva para alcoolismo

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?