Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

02/12/2013

Teste rápido de HIV estará nas farmácias em fevereiro

Com informações da Agência Brasil

Para facilitar o diagnóstico do HIV e antecipar o tratamento de pessoas que podem desenvolver a AIDS, o Ministério da Saúde deve autorizar a venda de um teste rápido para detectar o vírus.

Produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o exame é feito em 20 minutos, com coleta de saliva pela própria pessoa, e deverá custar R$ 8.

Um exame similar hoje pode ser comprado pela internet por cerca de R$ 160.

A expectativa é que o exame esteja disponível nas farmácias a partir de fevereiro de 2014.

A informação foi confirmada pelo diretor do Departamento de DST/AIDS e Hepatites Virais do ministério, Fábio Mesquita, durante evento hoje (1°), Dia Mundial de Luta contra a AIDS, no Rio de Janeiro. Na ocasião, o governo federal anunciou a antecipação do tratamento para pessoas com o HIV. Antes, somente pacientes com a doença desenvolvida recebiam medicamentos.

De acordo com Fábio Mesquita, diretor do Departamento de DST/AIDS e Hepatites Virais do ministério, o teste rápido de HIV tem duas vantagens.

"Uma delas é a confidencialidade. A pessoa vai à farmácia pega o teste e faz em casa, sem precisar ver um agente de saúde e dividir isso com ninguém. A segunda vantagem é a rapidez, não tem fila, não precisa ir ao posto, não precisa esperar o tempo que leva [para sair] o resultado de um exame normal", esclareceu Mesquita.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Sexualidade

Prevenção

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?