Equipes trocam informações no trabalho, mas não as informações corretas

Discussões repetidas

Os benefícios do trabalho em grupo são conhecidos há muito tempo. Mas uma nova análise de pesquisas psicológicas aplicadas, cobrindo um período de 22 anos, mostrou que as equipes tendem a discutir informações que todos já conhecem e que os grupos mais falantes são os menos produtivos.

"Nós estamos vendo uma tendência disseminada rumo a um mundo mais virtual e globalizado e isto está transformando a forma como as pessoas se comunicam nos locais de trabalho," diz Jessica Mesmer-Magnus, da Universidade da Carolina do Norte, uma das autoras do artigo.

"Nós precisamos entender melhor como será o desempenho das equipes nesse novo ambiente e, para fazer isto, nós precisamos olhar como elas trabalhavam no passado," diz Jessica.

O estudo

O estudo, conduzido em parceria com a Dra. Leslie DeChurch, da Universidade da Flórida, analisou pesquisas sobre o compartilhamento de informações no local de trabalho, consistindo do estudo de aproximadamente 4.800 grupos, englobando mais de 17.000 pessoas. As descobertas foram publicadas no Journal of Applied Psychology.

Compartilhando informações

A análise mostrou que as equipes que gastam tempo compartilhando novas informações produziram melhores resultados nas suas tarefas. Mas as pesquisadoras também descobriram que a maioria das equipes gastou seu tempo discutindo informações que já eram de conhecimento do resto do grupo.

Grupos cujos membros falavam mais abertamente durante as reuniões tinham melhores relacionamentos uns com os outros, mas isto não necessariamente significa que eles foram mais produtivos.

"O que isto sugere é que as equipes que falam mais entre si não estão necessariamente compartilhando informações úteis. Portanto, não estão realmente chegando a um resultado melhor. Pelo contrário, é mais importante sobre o que as equipes estão falando do que o quanto elas estão falando," disse Jessica.

Fugindo do consenso

As pesquisadoras também descobriram que as equipes comunicam-se melhor quando se envolvem em tarefas onde são instruídas no sentido de chegar a uma resposta correta, ou à melhor resposta possível, em vez de apresentar uma solução consensual.

Por exemplo, as equipes foram mais produtivas quando estavam selecionando candidatos para uma vaga ou resolvendo um crime quando foram incentivadas a compartilhar as suas perspectivas e trabalhar para encontrar a melhor solução do que quando foram incentivadas a chegar a uma solução consensual.

Equipes homogêneas produzem melhor

E, embora os membros das equipes sejam frequentemente escolhidas pela variedade dos seus antecedentes profissionais e pessoais, as equipes tendem a compartilhar mais informações quando a equipe é composta de membros de origens semelhantes, de acordo com a análise.

"Isto ressalta o dilema em torno do trabalho em equipe", disse Jessica. "Há uma distinção em termos do que as equipes realmente fazem e o que elas deveriam fazer para serem mais produtivas."

Como melhorar os resultados do trabalho em equipe

As pesquisadoras afirmam em suas conclusões que a produtividade de uma equipe pode ser melhorada com as seguintes providências:

  1. Estruturando as discussões da equipe;
  2. promovendo um ambiente cooperativo;
  3. destacando as habilidades e os conhecimentos dos membros da equipe;
  4. focando-se na comunicação de informações novas e únicas.

Ver mais notícias sobre os temas:

Trabalho e Emprego

Relacionamentos

Emoções

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.