Transplantes de órgãos aumentam 16% no primeiro semestre

Transplantes pelo SUS

Os transplantes de órgãos realizados no Brasil no primeiro semestre de 2010 apresentaram um aumento de 16,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

De janeiro a junho deste ano, foram feitas 2.367 cirurgias pelo Sistema Único de Saúde (SUS), contra 2.033 no primeiro semestre de 2009 e 1.688 em igual período de 2008.

De acordo com o Ministério da Saúde, o número de doadores de órgão também cresceu no primeiro semestre deste ano, um aumento de 17%. Ao todo, foram 963 doadores no período.

O número representa uma média de dez doadores para cada 1 milhão de brasileiros. Em 2009, o país registrou 818 doadores e uma taxa de 8,6 para cada 1 milhão de habitantes.

Doadores por estado

O estado com maior índice de doadores foi São Paulo (22,7 para cada 1 milhão de pessoas), seguido por Santa Catarina (17 para cada 1 milhão), pelo Distrito Federal (16,8 para cada 1 milhão), Espírito Santo (16 para cada 1 milhão) e Ceará (15,6 para cada 1 milhão).

Com exceção do coração, todos os órgãos (fígado, pulmão, rim e pâncreas) registraram aumento de transplantes. As cirurgias mais realizadas de janeiro a junho deste ano foram as de rim e de fígado, 1.486 e 663, respectivamente.

Entre 2003 e 2009, os recursos aplicados pela pasta no Sistema Nacional de Transplantes passaram de R$ 327,8 milhões para R$ 990,5 milhões.


Ver mais notícias sobre os temas:

Transplantes

Cirurgias

Implantes

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.