Três pacientes morrem em Campinas após exame de ressonância magnética

A Vigilância Sanitária de Campinas (SP) recomendou hoje (29) que todos os hospitais e clínicas da cidade suspendam temporariamente os exames de ressonância magnética e de tomografia que são feitos com contraste.

A orientação foi dada depois que três pessoas morreram ontem (28) à noite após fazerem esses exames no hospital particular Vera Cruz.

O pedido não inclui casos emergenciais, informou a Secretaria Municipal de Saúde.

As mortes foram confirmadas pelo próprio hospital Vera Cruz, mas não foram informados o sexo e a idade das vítimas.

A assessoria de imprensa declarou que técnicos da Vigilância Sanitária e do Instituto Médico-Legal estiveram no local, que permanece fechado.

De acordo com a unidade de saúde, o exame de ressonância magnética é feito por uma empresa terceirizada.

A orientação da Secretaria Municipal de Saúde é que os exames só retornem depois de esclarecidas as mortes.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Atendimento Médico-Hospitalar

Equipamentos Médicos

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.