Fracassa mais um teste de vacina contra a AIDS

Tropeços

Fracassou mais uma tentativa de encontrar uma vacina contra o HIV.

O anúncio da suspensão precoce dos testes foi feito depois que estudos preliminares mostraram que não havia diferenças entre os grupos de controle e os grupos que tomaram o candidato a novo medicamento.

O estudo começou em Julho de 2009, e sua suspensão repentina surpreendeu os pesquisadores de todo o mundo, dadas as expectativas promissoras dos testes.

É o segundo revés importante na área, depois que uma vacina múltipla contra a AIDS produziu resultados modestos, em 2009.

Truvada

O teste consistia em doses diárias de um medicamento chamado Truvada, que contém duas drogas antirretrovirais.

Uma pesquisa internacional, com participação de brasileiros, havia demonstrado no ano passado que o Truvada poderia funcionar como uma vacina contra o vírus da AIDS.

Isto é o que os cientistas chamam de profilaxia de pré-exposição. Um teste anterior do Truvada misturado a um gel vaginal também havia dado resultados promissores, levando a crer que ele poderia prevenir a transmissão da AIDS.

Mas não foi isso o que as estatísticas mostraram.

Tanto faz

O estudo envolvia cerca de 2.000 mulheres na África do Sul, Tanzânia e Quênia.

No total, 56 mulheres foram infectadas durante esta etapa preliminar, metade das quais estava recebendo o medicamento - a outra metade estava recebendo placebo.

Há ainda dúvidas sobre se as mulheres estavam mesmo tomando o medicamento, embora, no conjunto, elas relatassem fazê-lo em 95% do tempo. Os cientistas coletaram amostras de sangue e vão analisar o conteúdo da droga no sangue para comparar com os relatos.

Estratégias para vacina contra a AIDS

O estudo estava sendo conduzido pela Family Health International (FHI) uma entidade sem fins lucrativos dos Estados Unidos.

A entidade decidiu encerrar prematuramente os testes do medicamento depois que observadores independentes atestaram que não haveria base estatística para demonstrar uma eventual eficácia do Truvada.

Em visita ao Brasil neste mês de Abril, David Watkins, um dos maiores especialistas do mundo em vacinas, afirmou que os cientistas estão mudando a estratégia para o desenvolvimento de uma vacina contra o HIV.

.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vacinas

Sexualidade

Vírus

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.