Uma hora de narguilé pode equivaler a 100 cigarros

Uma hora de narguilé pode equivaler a 100 cigarros

[Imagem: Divulgação]

Narguilé

O narguilé, também chamado de cachimbo d'água, shisha ou hookah, é um dispositivo para fumar no qual o tabaco é aquecido e a fumaça gerada é resfriada pela água antes de ser aspirada pelo fumante, por meio de uma mangueira.

O narguilé pode parecer menos nocivo que outros produtos de tabaco, porém, assim como todos os produtos de tabaco fumados, causa câncer de pulmão, boca e bexiga, estreitamento das artérias e doenças respiratórias.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, uma sessão de narguilé com duração de 20 a 80 minutos pode corresponder à exposição aos componentes tóxicos presentes na fumaça de 100 a 200 cigarros.

Além dos malefícios causados pela fumaça, o compartilhamento do narguilé com outros usuários pode expor o fumante a alguns riscos particulares, como o de contrair doenças infecciosas como herpes, hepatites virais e tuberculose.

Filtro de água

Uma possível explicação para a crença de que o narguilé representaria um menor risco à saúde do que o cigarro é que a água presente no narguilé filtra parte da nicotina, tornando-a menos concentrada na fumaça.

No entanto, essa menor concentração de nicotina na fumaça exige que o usuário aumente o tempo de exposição para alcançar o nível necessário da substância capaz de suprir sua dependência. Assim, o narguilé acaba expondo o fumante a níveis mais elevados de compostos químicos que causam câncer e gases nocivos, como monóxido de carbono.

E o carvão usado para aquecer o tabaco nesse tipo de dispositivo também é fonte de substâncias tóxicas adicionais, dentre elas o benzeno e o alcatrão, aumentando o potencial de toxicidade do narguilé. Mesmo quando o tabaco é substituído por outras folhas ou ervas, o carvão acarreta prejuízos à saúde. Sendo assim, até os narguilés que não contém tabaco liberam toxinas.

Levando tudo em conta, um estudo realizado no Reino Unido indicou que o narguilé pode ser 450 vezes mais perigoso do que o cigarro.

Narguilé entre jovens

Dados da Pesquisa Nacional de Saúde indicam que mais de 212 mil brasileiros maiores de 18 anos admitem usar narguilé. O uso entre os homens jovens (entre 18 e 24 anos) mais que dobrou nos últimos cinco anos.

Entre os que usam o aparelho, 53% disseram que o fazem esporadicamente, 13% uma vez por mês, 27% semanalmente e 7% afirmaram consumir diariamente.

De acordo com legislação antifumo, regulamentada no país desde 2014, o narguilé é vetado nos mesmos ambientes e nas mesmas condições que o cigarro.


Ver mais notícias sobre os temas:

Drogas Lícitas

Vícios

Sistema Respiratório

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.