Uma possível alternativa aos antibióticos

Uma possível alternativa aos antibióticos
Animais de laboratório tratados com a substância sobreviveram a uma septicemia que deveria ser fatal sem terapia adicional com antibióticos.
[Imagem: Eric Erbe/Christopher Pooley/Wikipedia]

Uma equipe internacional liderada por cientistas da Universidade de Berna (Suíça) desenvolveu uma nova substância para o tratamento de infecções bacterianas graves que não possui compostos antibióticos.

Enquanto os antibióticos naturais não chegam, a substância poderá se tornar uma nova arma na luta contra a resistência a esses medicamentos que está gerando as chamadas superbactérias.

Lipossomas

A nova substância foi sintetizada a partir de nanopartículas artificiais feitas de lipídios, uma espécie de "lipossomas", que se assemelham muito à membrana das células. Estes lipossomas atuam como chamarizes para as toxinas bacterianas, sendo capazes de sequestrá-las e neutralizá-las.

Sem as toxinas, as bactérias ficam sem defesa e podem ser eliminadas até mesmo pelas células do próprio sistema imunológico do paciente.

"Nós fabricamos uma isca irresistível para as toxinas bacterianas. As toxinas são fatalmente atraídas para os lipossomas e, uma vez que são capturadas, elas podem ser facilmente eliminadas sem perigo para as células hospedeiras," disse o Dr. Eduard Babiychuk, membro da equipe.

"Como as bactérias não são alvejadas diretamente, os lipossomas não promovem o desenvolvimento da resistência bacteriana," acrescentou sua colega Annette Draeger.

A substância foi testada em animais de laboratório, sendo que os camundongos nos quais foi induzida uma septicemia fatal sobreviveram sem terapia adicional com antibióticos.

O estudo foi publicado revista Nature Biotechnology. Ainda não há previsão do início dos testes em seres humanos.

Resistência bacteriana

Desde o desenvolvimento de penicilina, há quase 90 anos, os antibióticos têm sido o padrão ouro para o tratamento das infecções bacterianas. No entanto, a Organização Mundial da Saúde tem avisado repetidamente sobre o aparecimento crescente de bactérias que desenvolvem resistência aos antibióticos.

Uma vez que os antibióticos deixam de proteger contra a infecção bacteriana, uma simples pneumonia pode ser fatal.

Contudo, ainda não foi desenvolvida uma alternativa terapêutica capaz de eliminar as bactérias sem induzir resistência bacteriana, e as várias alternativas aos antibióticos desenvolvidas até agora ainda não conseguiram sair dos laboratórios.


Ver mais notícias sobre os temas:

Desenvolvimento de Medicamentos

Bactérias

Infecções

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.