Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

11/09/2013

Vacina elimina vírus semelhante ao HIV em macacos

Com informações da BBC

Uma vacina experimental conseguiu erradicar um vírus semelhante ao HIV, que atinge macacos.

Nove dos 16 macacos vacinados durante o estudo, infectados com o SIV (vírus da imunodeficiência símia, na sigla em inglês), não apresentaram mais o vírus ao final do estudo.

"É sempre difícil afirmar que houve uma erradicação total - sempre pode haver uma célula que não analisamos e que pode conter o vírus. Mas, de uma maneira geral, usamos critérios bem rigorosos e podemos dizer que não havia vírus no corpo desses macacos", disse o coordenador da pesquisa, Louis Picker, da Universidade de Saúde e Ciência do Oregon.

Agora os pesquisadores planejam usar uma metodologia semelhante para testar uma vacina contra o HIV em humanos.

O vírus SIV usado no estudo é extremamente agressivo, chegando a ser 100 vezes mais letal que o HIV.

Normalmente, os macacos infectados costumam morrer em dois anos. Mas, no teste, o vírus não se fixou nos animais que receberam a vacina.

A vacina é feita a partir de outro vírus chamado citomegalovírus, que tem semelhanças com o da herpes.

O medicamento usou o poder de infecção do citomegalovírus para fazer uma espécie de varredura no corpo.

Mas, ao invés de causar doenças, o vírus foi modificado para estimular o sistema imunológico a combater o SIV.

Picker disse que sua equipe ainda está tentando descobrir por que a vacinação funcionou em apenas pouco mais da metade dos macacos.

E, antes de começar testes em humanos, os pesquisadores terão que demonstrar que a nova vacina é totalmente segura.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vacinas

Vírus

Sexualidade

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão