Voluntariado aumenta sensação de tempo livre

Tempo voluntário

Muitas pessoas, se não a maioria, têm uma sensação constante de falta de tempo - parece nunca haver minutos e horas suficientes para fazer tudo o que se gostaria ou precisa.

Como a quantidade total de tempo disponível não pode ser aumentada - há apenas 24 horas em cada dia - isso é um fator gerador de ansiedade e insatisfação.

Mas um novo estudo sugere que participar de ações voluntárias pode eliminar essa sensação de escassez de tempo.

Na verdade, o voluntariado pode de fato aumentar nossa sensação deixar as coisas acontecerem, sem pressa.

Afluência de tempo

Em quatro diferentes experimentos, os pesquisadores verificaram que o sentimento subjetivo das pessoas de ter tempo disponível - chamado de "afluência de tempo" - pode ser aumentado.

A sensação de tempo disponível dos participantes foi medida comparando o tempo gasto no voluntariado com não fazer nada, dedicar o tempo para si mesmo e até mesmo simplesmente ganhar um tempo livre inesperado.

Em todos os casos, a afluência de tempo foi maior quando o participante se dedicou a tarefas para ajudar os outros.

Relatividade do tempo

Cassie Mogilner, da Universidade da Pensilvânia (EUA), um dos autores do estudo, acredita que isto acontece porque doar o próprio tempo aumenta o senso de competência e eficiência pessoais.

Isto, por sua vez, tem um efeito de "estender" a duração do tempo em nossas mentes - parece que o tempo "dura mais".

Em última análise, doar o próprio tempo torna as pessoas mais dispostas a comprometer-se em compromissos futuros, apesar de suas agendas lotadas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Voluntariado

Trabalho e Emprego

Sentimentos

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.