Anvisa suspende lote de xarope pediátrico com corante

Corante no xarope

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a distribuição, o comércio e o uso, em todo o país, do Lote 0535 ABR10 do xarope pediátrico Bisolvon, fabricado pela empresa Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda.

Segundo resolução publicada hoje (13) no Diário Oficial da União, a razão da suspensão foi um erro de informação na rotulagem do produto. No rótulo constava que o xarope não continha corante, mas estudos da Anvisa comprovaram a presença da substância.

A Boehringer deverá providenciar a retirada imediata do lote citado do mercado.

De acordo com resolução de 21 de março de 2005, a medida deve ser tomada sempre que houver indícios suficientes ou comprovação de desvio de qualidade que possa representar risco à saúde.

Risco baixo

A Boehringer Ingelheim do Brasil reconheceu que houve uma falha de impressão nas embalagens de um lote do xarope pediátrico Bisolvon, distribuído no mercado brasileiro.

De acordo com nota da companhia, a embalagem em questão contém a frase "sem corante" quando, na verdade, o xarope tem, entre os ingredientes, um tipo de corante vermelho.

Apesar da informação incorreta, a Boehringer afirmou que o risco à saúde dos usuários "é muito baixo, uma vez que a quantidade de corante presente nas doses recomendadas é pequena, com baixo potencial de provocar reações cutâneas leves, mesmo em pacientes alérgicos" e que, até o momento, "não houve relato de qualquer evento adverso desta natureza".

De acordo com a nota da Boehringer, "a companhia está tomando todas as medidas corretivas para a rápida solução da situação" e informa aos consumidores que está à disposição para prestar esclarecimentos por meio do serviço de teleatendimento, no número 0800 701-6633, ou pelo e-mail carecenter@boehringer-ingelheim.com


Ver mais notícias sobre os temas:

Medicamentos

Alergias

Cuidados com a Família

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.