07/03/2022

Colorir mandalas com tecnologias de ponta pode ajudar a melhorar concentração

Redação do Diário da Saúde
Colorir mandalas com tecnologias de ponta pode ajudar a melhorar concentração
Um aparelho especial de eletroencefalograma (EEG) registra os sinais cerebrais, enquanto uma tela, na forma de uma paleta, gera novas cores com base nos dados de EEG.
[Imagem: Claudia Daudén Roquet]

Meditação com apoio tecnológico

A tecnologia informática tem sido continuamente associada a uma queda nos níveis de atenção e de concentração, com as pessoas passando rapidamente de uma tarefa a outra, sem refletir profundamente sobre nenhuma delas.

Mas uma equipe do Reino Unido acredita que isso possa ser revertido.

Combinar a tradicional arte de colorir mandalas com ferramentas computacionais de ponta e com tecnologias de detecção cerebral pode levar a novas maneiras de ajudar as pessoas a alcançar a atenção plena.

Com inúmeros estudos comprovando os benefícios da meditação, tem havido um interesse crescente em desenvolver técnicas que ajudem as pessoas a desenvolverem técnicas como a mente alerta, sem que elas precisem romper com o modo de vida da sociedade ocidental.

Colorir mandalas

Colorir mandalas - configurações geométricas de formas que têm suas origens nas tradições budistas - é cada vez mais popular como uma forma de as pessoas tentarem atingir um estado de plena consciência, uma forma de estar presente no momento, e que tem sido associada a ajudar as pessoas a melhorar sua saúde mental e bem-estar.

Para ajudar nesse processo, e atestar sua eficácia, pesquisadores desenvolveram o protótipo de um sistema que monitora os sinais cerebrais das pessoas enquanto elas colorem as mandalas e produz um feedback em tempo real em uma tela auxiliar, para representar os níveis de atenção plena.

Assim, as cores na tela auxiliar avisam à pessoa quando sua mente começa a divagar, saindo do estado de atenção plena.

Colorir mandalas com tecnologias de ponta pode ajudar a melhorar concentração
Equipamentos usados para a "meditação amparada pela tecnologia".
[Imagem: Claudia Daudén Roquet et al. - 10.1080/07370024.2021.1968864]

Tecnologia a favor da concentração

O protótipo, batizado de "Anima", incluiu um tablet, para os usuários colorirem as mandalas, um sensor EEG vestível, que lê os sinais cerebrais dos usuários, e uma segunda tela em forma de paleta, que é colocado ao lado.

Os pesquisadores acreditam que sistemas como esse podem ser desenvolvidos para auxiliar o aprendizado e o treinamento de técnicas de concentração da atenção, ajudando as pessoas a lidar com estresse, depressão e outros problemas afetivos e distúrbios de saúde.

"Os resultados do estudo sugerem dois papéis importantes e não reconhecidos da mandala: Capturar memórias emocionais e refletir sobre elas. A tecnologia poderia servir como suporte a esses dois papéis, de uma maneira que as mandalas em papel são menos capazes de fazer.

"Os participantes declararam que prefeririam muito mais se engajar com sua mandala completa na fase de reflexão, e que eles ansiavam até mesmo recolori-la, muitas vezes em cores mais positivas, depois que refletiam e sua situação mental mudava. As tecnologias seriam capazes de tornar isso mais possível," disse a professora Corina Sas, da Universidade de Lancaster (Reino Unido).

Checagem com artigo científico:

Artigo: Exploring Anima: a brain-computer interface for peripheral materialization of mindfulness states during mandala coloring
Autores: Claudia Daudén Roquet, Corina Sas, Dominic Potts
Publicação: Human-Computer Interaction
DOI: 10.1080/07370024.2021.1968864
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Concentração

Meditação

Mente

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.