19/07/2022

Como o coronavírus ataca o coração

Redação do Diário da Saúde
Como o coronavírus ataca o coração
A equipe descobriu pelo menos dois mecanismos que o novo coronavírus usa para danificar o coração.
[Imagem: Melina Tangos et al. - 10.1016/j.ijcard.2022.05.055]

Covid e coração

Já se sabe que o coronavírus Sars-Cov-2 pode causar danos graves aos órgãos em humanos.

As complicações cardíacas são uma das possíveis consequências para os pacientes acometidos pela covid-19.

Mais do que isso, havia a suspeita de que o vírus também pode atacar diretamente o coração, podendo causar miocardite e levar à insuficiência cardíaca.

Para confirmar isto, a equipe da Dra. Nazha Hamdani, da Universidade de Ruhr-Bochum (Alemanha), acompanhou a jornada do vírus em detalhes. Ela e seu grupo descobriram que o Sars-Cov-2 infecta células musculares cardíacas humanas, e que essa infecção é alimentada principalmente por inflamação e estresse oxidativo.

Isso ocorre principalmente em pacientes com comorbidades, como obesidade, diabetes e hipertensão.

Atividade proteolítica e apoptose

Mas como o vírus entra no coração? Que mecanismos facilitam a penetração do vírus nas células do músculo cardíaco?

A equipe descobriu que parece ser a ativação de certas enzimas que degradam proteínas, levando à disfunção das células musculares cardíacas. De fato, a equipe detectou um aumento da chamada atividade proteolítica.

Isso sugere que o Sars-Cov-2 entra nas células como resultado da ativação da proteína de pico do vírus por enzimas responsáveis pela degradação de proteínas, e que sua entrada nas células depende dessas enzimas de degradação.

Além disso, os pesquisadores estudaram proteínas responsáveis pela apoptose, a morte celular programada - as células danificadas sabem quando devem morrer. Eles verificaram que, embora as proteínas apoptóticas tenham ficado mais ativas na infecção com Sars-Cov-2, sua expressão foi drasticamente reduzida.

"Isso indica que as proteínas são clivadas e a apoptose é ativada," explicou Hamdani. "Os resultados implicam que a apoptose contribui para a deterioração da contratilidade cardíaca observada em pacientes com Sars-Cov-2".

Checagem com artigo científico:

Artigo: SARS-CoV-2 infects human cardiomyocytes promoted by inflammation and oxidative stress
Autores: Melina Tangos, Heidi Budde, Detmar Kolijn, Marcel Sieme, Saltanat Zhazykbayeva, Mária Lódi, Melissa Herwig, Kamilla Gömöri, Roua Hassoun, Emma Louise Robinson, Toni Luise Meister, Kornelia Jaquet, Árpád Kovács, Julian Mustroph, Katja Evert, Nina Babel, Miklós Fagyas, Diana Lindner, Klaus Püschel, Dirk Westermann, Hans Georg Mannherz, Francesco Paneni, Stephanie Pfaender, Attila Tóth, Andreas Mügge, Samuel Sossalla, Nazha Hamdani
Publicação: International Journal of Cardiology
Vol.: 362, P196-205
DOI: 10.1016/j.ijcard.2022.05.055
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Coração

Vírus

Biologia

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.