24/06/2022

Exame mede se vacina continua protegendo contra covid

Redação do Diário da Saúde
Exame mede se vacina continua protegendo contra covid
O teste, quando disponibilizado à população, permitirá verificar o melhor momento para tomar uma dose de reforço.
[Imagem: Megan Schwarz et al. - 10.1038/s41587-022-01347-6]

Vacinados continuam protegidos?

Pesquisadores desenvolveram um teste rápido de sangue que mede a magnitude e a duração da imunidade contra o SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19.

Isto permitirá o monitoramento em larga escala da imunidade da população e da eficácia das vacinas, ajudando a traçar estratégias de revacinação - doses de reforço -, sobretudo para pacientes imunossuprimidos ou mais vulneráveis.

O teste leva menos de 24 horas para dar o resultado e pode ser fabricado em escala industrial, para uso amplo pela população, garantem os pesquisadores.

O exame mede a ativação das células T, que fazem parte da nossa resposta imunológica adaptativa à infecção ou pela vacinação, ajudando a proteger contra doenças graves ou morte.

"O ensaio que criamos tem a capacidade de medir a imunidade celular da população e testar amplamente a eficácia de novas vacinas," disse o Dr. Ernesto Guccione, do Hospital Monte Sinai (EUA). "Sabemos que populações vulneráveis nem sempre montam uma resposta de anticorpos, portanto, medir a ativação de células T é fundamental para avaliar toda a extensão da imunidade de uma pessoa. Além disso, a emergência de variantes do SARS-CoV-2, como a ômicron, que foge da maior parte da capacidade neutralizante dos anticorpos, aponta para a necessidade de ensaios que possam medir as células T, que são mais eficazes contra variantes emergentes preocupantes."

A proteção a longo prazo contra uma infecção viral é mediada por anticorpos e pela resposta das células T. Muitos estudos recentes apontam para a importância de determinar a função das células T em indivíduos que se recuperaram ou foram vacinados contra a covid-19, para ajudar a projetar as futuras campanhas de vacinação.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Rapid, scalable assessment of SARS-CoV-2 cellular immunity by whole-blood PCR
Autores: Megan Schwarz, Denis Torre, Daniel Lozano-Ojalvo, Anthony T. Tan, Tommaso Tabaglio, Slim Mzoughi, Rodrigo Sanchez-Tarjuelo, Nina Le Bert, Joey Ming Er Lim, Sandra Hatem, Kevin Tuballes, Carmen Camara, Eduardo Lopez-Granados, Estela Paz-Artal, Rafael Correa-Rocha, Alberto Ortiz, Marcos Lopez-Hoyos, Jose Portoles, Isabel Cervera, Maria Gonzalez-Perez, Irene Bodega-Mayor, Patricia Conde, Jesús Oteo-Iglesias, Alberto M. Borobia, Antonio J. Carcas, Jesús Frías, Cristóbal Belda-Iniesta, Jessica S. Y. Ho, Kemuel Nunez, Saboor Hekmaty, Kevin Mohammed, William M. Marsiglia, Juan Manuel Carreño, Arvin C. Dar, Cecilia Berin, Giuseppe Nicoletti, Isabella Della Noce, Lorenzo Colombo, Cristina Lapucci, Graziano Santoro, Maurizio Ferrari, Kai Nie, Manishkumar Patel, Vanessa Barcessat, Sacha Gnjatic, Jocelyn Harris, Robert Sebra, Miriam Merad, Florian Krammer, Seunghee Kim-schulze, Ivan Marazzi, Antonio Bertoletti, Jordi Ochando, Ernesto Guccione
Publicação: Nature Biotechnology
DOI: 10.1038/s41587-022-01347-6
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Vacinas

Prevenção

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.