24/08/2020

Substância na casca do caju ajuda a reparar nervos

Redação do Diário da Saúde
Substância na casca do caju ajuda a reparar nervos
Resina do cajueiro trata refluxo gastroesofágico.
[Imagem: Michael Bubmann/Pixabay]

Desmielinização

Um composto químico encontrado na casca do caju promove o reparo da mielina.

A mielina é uma capa protetora que envolve os nervos. Danos a esta cobertura - chamada desmielinização - é uma marca registrada da esclerose múltipla e outras doenças relacionadas do sistema nervoso central.

"Vemos isso como uma descoberta entusiasmante, sugerindo um novo caminho na busca por terapias para corrigir a devastação da esclerose múltipla e outras doenças desmielinizantes," disse Subramaniam Sriram, da Universidade de Vanderbilt (EUA).

Trabalhos anteriores da equipe já haviam mostrado que uma proteína chamada interleucina 33, ou IL-33, induz a formação de mielina. A IL-33 é, entre outras coisas, um regulador da resposta imunológica, e a esclerose múltipla é uma doença auto-imune.

Ácido anacárdico

O composto agora descoberto está na casca do caju, e é chamado ácido anacárdico. Sriram e sua equipe ficaram interessados nele porque já se sabia que o ácido anacárdico inibe uma enzima envolvida na expressão do gene HAT (histona acetiltransferase), e a equipe descobriu que tudo o que inibe o HAT induz a produção de IL-33.

O trabalho levou a uma série de novos resultados que apontam para o potencial terapêutico do ácido anacárdico para doenças desmielinizantes.

Em experimentos in vitro, a adição do ácido anacárdico às células responsáveis pela mielinização - células precursoras de oligodendrócitos, ou OPCs - estimulou a produção de IL-33 e aumentou rapidamente a expressão de genes e proteínas da mielina, incluindo aumentos dependentes da dose na proteína básica da mielina.

Em experimentos com duas cobaias diferentes, o tratamento com o composto aumentou a presença relativa de OPCs que expressam IL-33 e levou à redução da paralisia causada pela desmielinização.

"Estes são resultados impressionantes, que claramente exigem estudos adicionais do ácido anarcárdico para doenças desmielinizantes," disse Sriram, apontando que a equipe planeja prosseguir rumo aos estudos com humanos.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Anacardic acid induces IL-33 and promotes remyelination in CNS
Autores: Åsa Ljunggren-Rose, Chandramohan Natarajan, Pranathi Matta, Akansha Pandey, Isha Upender, Subramaniam Sriram
Publicação: Proceedings of the National Academy of Sciences
DOI: 10.1073/pnas.2006566117
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Medicamentos Naturais

Sistema Nervoso

Plantas Medicinais

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.