27/05/2019

Aprenda a armazenar e controlar o uso de medicamentos

Com informações do Ministério da Saúde
Aprenda a armazenar e controlar o uso de medicamentos
Existem vários fatores que interferem no uso de medicamentos e, consequentemente, no resultado do tratamento.[Imagem: Ministério da Saúde/Divulgação]

Como armazenar remédios

Muita gente tem o hábito de ter uma "farmacinha" em casa? Mas você sabia que os medicamentos podem estragar mesmo antes de vencer se não forem guardados corretamente?

Como medicamentos são sempre coisa séria, todo cuidado é pouco porque as condições de umidade, luz e temperatura podem interferir na fórmula do remédio.

Veja algumas dicas de como armazenar da forma correta os medicamentos:

  1. Mantenha os medicamentos em lugares secos e frescos, seguros e específicos para este fim. Evite guardar os medicamentos com produtos de limpeza, perfumaria e alimentos.
  2. Guarde na geladeira apenas os medicamentos líquidos, conforme orientação de um profissional de saúde.
  3. Não guarde medicamentos na porta da geladeira, pela variação constante de temperatura, ou próximo do congelador.
  4. Se você utilizar porta-comprimidos, deixe somente a quantidade suficiente para 48 horas. Os recipientes devem ser cuidadosamente mantidos limpos e secos.
  5. O armazenamento de medicamentos deve ser individualizado para evitar erros e trocas com medicamentos de outras pessoas.
  6. Lave as mãos antes de manusear qualquer medicamento.
  7. Manuseie os medicamentos em lugares claros. Leia sempre os nomes para evitar trocas.
  8. Tome os comprimidos e as cápsulas sempre com água ou conforme a orientação de um profissional de saúde.
  9. Abra somente um frasco ou embalagem de cada medicamento por vez.
  10. Mantenha os medicamentos nas embalagens originais para facilitar sua identificação e o controle da validade.
  11. Observe frequentemente a data da validade e não tome medicamentos vencidos.
  12. Consulte um farmacêutico caso observe qualquer mudança no medicamento: cor, mancha ou cheiro estranho.
  13. Utilize preferencialmente o medidor que acompanha o medicamento. Evite o uso de colheres caseiras. Lave-o após o uso.
  14. Não deixe o bico do tubo do medicamento tocar em feridas ou na pele quando for utilizar pomadas e similares. Você pode contaminar o medicamento.
  15. Não encoste no olho ou na pele o bico dos frascos dos colírios e das pomadas para os olhos.
  16. Mantenha a receita médica junto aos medicamentos.
  17. Nunca espere o medicamento acabar para providenciar nova receita, para comprá-lo ou buscá-lo na unidade de saúde.
  18. Guarde os medicamentos suspensos ou antigos em local separado dos medicamentos em uso.

Controle dos remédios

Existem vários fatores que interferem no uso de medicamentos e, consequentemente, no resultado do tratamento, como por exemplo, esquecer de tomar, utilizar uma dose maior ou menor, trocar os horários, entre outros motivos. E isso é importante porque há quem tome um medicamento por dia, uma vez por semana, de oito em oito horas, de seis em seis horas etc. Muitas vezes, manter tudo isso dentro da ordem pode ser difícil.

A melhor dica é: anote o que você está tomando e quais são os horários de cada medicamento, incluindo orientações específicas como "tomar após o café da manhã" ou "30 minutos antes do almoço"

Também é interessante manter uma lista com você e outra em casa, a vista de todos. Sua lista deve incluir o nome exato do medicamento, se é similar ou genérico. Também anote por que você está tomando cada medicamento, caso tome mais de um, a dosagem (por exemplo, 300 mg), e quantas vezes você precisa tomar por dia. E lembre-se de atualizar a lista a cada consulta ou mudança.

Considere dar uma cópia para um amigo ou um ente querido, que você confia, para que ele possa ajudar em caso de emergência ou até mesmo quando você estiver viajando e, por alguma razão, perdeu as orientações.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.