21/05/2019

Catéter robótico acha local da cirurgia dentro do coração

Com informações da New Scientist
Catéter robótico navega sozinho dentro do coração
O pequeno aparelho robótico (no alto à esquerda) navega sozinho dentro do coração vivo. [Imagem: Fagogenis et al., Sci. Robot. 4, eaaw1977]

Robô médico

Um novo aparelho cirúrgico robótico aprendeu a navegar autonomamente dentro de um coração em pleno funcionamento.

Usando apenas uma pequena câmera para visão, ele viajou com sucesso para o local correto nos corações de porcos para que os cirurgiões concluíssem a operação.

O que a equipe do professor Pierre Dupont, da Universidade Harvard (EUA), criou, é um catéter robótico, um tubo fino amplamente utilizado em cirurgias para posicionar dispositivos ou aplicar drogas. O dispositivo tem uma câmera e um LED em sua ponta e está conectado a um sistema de motorização que controla seu movimento a partir da outra extremidade.

A equipe usou 2.000 imagens do interior de um coração para treinar um algoritmo para controlar o movimento do catéter robótico. Eles então testaram o dispositivo em cinco porcos com implantes cardíacos com vazamento precisando ser selados.

Catéter robótico navega sozinho dentro do coração
Esquema do catéter robotizado.
[Imagem: Fagogenis et al., Sci. Robot. 4, eaaw1977]

Navegando no coração

No início de cada procedimento, um médico cortou uma incisão na base do coração. O catéter foi então inserido e encarregado de navegar de forma autônoma até o local do vazamento, que foi informado em relação a outras partes do coração.

Em cada operação, a equipe testou as habilidades de navegação do catéter várias vezes, e cada porco teve cerca de três vazamentos que precisavam de fixação. Das 83 tentativas, o catéter navegou com sucesso para o local correto em 95% das vezes. Um cirurgião então assumiu para consertar o vazamento.

"Sua taxa de sucesso é comparável à de um clínico experiente," disse Dupont. "Ao assumir a tarefa mundana de atingir os vazamentos, o catéter robótico reduz a sobrecarga mental dos médicos para que eles possam se concentrar em tapar os buracos."

A equipe agora pretende otimizar o catéter robótico autônomo para que ele possa entrar no coração através de vasos sanguíneos, em vez de uma incisão direta, evitando danos desnecessários aos tecidos do coração.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.