18/05/2021

Chip injetável ultraminiaturizado é menor do que um ácaro

Redação do Diário da Saúde
Chip injetável ultraminiaturizado é menor do que um ácaro
A ideia é fabricar computadores em um único chip, que possam ser injetados no corpo com uma agulha comum de injeção.[Imagem: Chen Shi/Columbia Engineering]

Computador implantável

Pesquisadores anunciaram a construção do que eles afirmam ser o "menor sistema de chip único do mundo", com um volume total de menos de um décimo de milímetro cúbico (0,1 mm3).

O minúsculo computador é tão pequeno quanto um ácaro e visível apenas ao microscópio.

Para conseguir isso, a equipe usou ultrassom para alimentar e se comunicar com o dispositivo sem fio, dispensando as baterias.

Até o momento, os eletrônicos implantáveis têm sido altamente ineficientes em termos de volume - geralmente exigem vários chips, invólucros, fios e transdutores externos, e baterias.

O ideal, contudo, é que eles sejam sem fio e ultraminiaturizados.

Como os comprimentos de onda do ultrassom são muito menores em uma determinada frequência, a equipe usou o ultrassom para alimentar e se comunicar com o dispositivo.

E eles fabricaram a antena para comunicação e alimentação diretamente no topo do chip.

"Esta é uma nova ideia de 'chip como sistema' - este é um chip que, sozinho, sem nada mais, é um sistema eletrônico funcional completo. Isso deve ser revolucionário para o desenvolvimento de dispositivos médicos implantáveis, miniaturizados e sem fio, que podem detectar coisas diferentes, ser usado em aplicações clínicas e, eventualmente, aprovado para uso humano," disse o professor Ken Shepard, da Universidade de Colúmbia (EUA).

Há um interesse cada vez maior em dispositivos médicos implantáveis para monitoramento fisiológico. Esses dispositivos podem ser usados para monitorar bioindicadores como temperatura, pressão arterial, glicose e respiração, tanto para procedimentos diagnósticos quanto terapêuticos.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.