05/09/2019

Curativo com açafrão para evitar cicatrizes

Redação do Diário da Saúde
Curativo com açafrão pode evitar formação de cicatrizes
A espuma pode ser colocada em ferimentos da pele para otimizar o processo natural de cicatrização (direita). No esqueleto da espuma de polímero, células como os fibroblastos encontram uma boa aderência para construir um novo tecido cutâneo (à esquerda).[Imagem: Empa]

Suporte para cicatrização

Imagine uma cicatriz no cotovelo, esticada com cada movimento, ou no pé, sob o qual a cicatrização é muito demorada. Lesões assim, mal curadas por longos períodos, são uma causa comum de restrições à saúde.

E, embora milhões de pessoas sejam afetadas em suas vidas por esses contratempos, o complexo processo de cicatrização de feridas ainda não é totalmente compreendido pelos cientistas - muito menos controlável.

Por isso, Markus Rottmar e uma equipe multidisciplinar dos Laboratórios Federais Suíços de Ciência e Tecnologia de Materiais (EMPA) criaram o Projeto Scaravoid, um termo em inglês que junta as palavras para evitar (avoid) e cicatriz (scar).

O principal resultado até agora é uma espuma para ser colocada em feridas cutâneas para apoiar e otimizar o processo natural de cicatrização.

"Os tratamentos tradicionais têm como alvo fatores individuais de cicatrização de feridas, como suprimento de oxigênio ou regulação da umidade, e produzem apenas uma resposta inadequada do tecido," explica Rottmar. "Dentro do Projeto Scaravoid, o processo de cura deve ser entendido e apoiado de forma mais abrangente."

O novo tratamento usa um polímero biológico já aprovado para alguns usos médicos, expandido usando dióxido de carbono supercrítico (CO2), técnica que permite ajustar com precisão - variando a pressão e a temperatura - o tamanho dos poros do material.

Uma vez colocado em uma ferida, o "curativo" - os pesquisadores o chamam de andaime, ou suporte - inicia seu trabalho: A arquitetura de poros abertos oferece às células uma estrutura adequada para se estabelecerem. Como a espuma é biodegradável, as células desintegram a estrutura do polímero e produzem um novo suporte de acordo com suas necessidades para formar um novo tecido funcional.

Como evitar cicatrizes

A fim de evitar cicatrizes indesejáveis, o andaime de polímero é equipado com uma substância bioativa que inibe a formação de cicatrizes. Para isso, foi utilizada uma substância que é mais conhecida na cozinha do que no hospital: a curcumina, o pó da raiz de cúrcuma, ou açafrão.

A curcumina é um componente farmacológico interessante devido às suas características anti-inflamatórias. Os pesquisadores adicionaram a curcumina às culturas de células e descobriram que a produção de biomarcadores tipicamente encontrados em cicatrizes é significativamente reduzida.

Na espuma, a curcumina é ligada ao interior do andaime e é liberada gradualmente, controlando o comportamento e o funcionamento das células que migram para o suporte e, assim, ajudando no equilíbrio natural da cicatrização.

A equipe está atualmente testando pequenos discos do polímero em laboratório e pretende fabricar estruturas maiores para uso em ensaios clínicos com pacientes.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.