28/12/2021

Descoberto novo ingrediente promissor para vacinas

Redação do Diário da Saúde
Descoberto novo ingrediente promissor para vacinas
Cientistas descobriram uma maneira de melhorar a eficácia das vacinas contra a covid-19 - e de qualquer outra vacina.[Imagem: NCI]

Adjuvante

Cientistas descobriram uma maneira de melhorar a eficácia das vacinas - de qualquer vacina, incluindo as da covid-19.

A pesquisa mostrou que uma combinação adjuvante, chamada agonista saponina/TLR, pode aumentar o poder protetor das vacinas.

"Isso é super empolgante. Esperamos realmente que este adjuvante possa ajudar," disse o professor Shane Crotty, do Instituto La Jolla de Imunologia (EUA).

As vacinas funcionam mostrando ao sistema imunológico humano apenas um pequeno pedaço de um patógeno. O sistema imunológico vê esse "antígeno" e começa a produzir as células imunológicas e os anticorpos necessários para combater o vírus real.

Os antígenos raramente funcionam sozinhos. A maioria das vacinas precisa de partículas chamadas adjuvantes - os adjuvantes são como sinalizadores que levam o sistema imunológico a reagir mais fortemente ao antígeno e desenvolver células T e células B bem definidas, que protegem o corpo por anos.

A agência norte-americana FDA aprova apenas cinco adjuvantes para uso nos Estados Unidos.

"Novos adjuvantes que ajudam a impulsionar aspectos específicos de anticorpos ou imunidade mediada por células T podem ser uma parte importante do desenvolvimento de vacinas contra patógenos desafiadores, como HIV, tuberculose e malária," disse Darrell Irvine, do MIT.

Saponina e TLR

A saponina e a TLR são duas moléculas que se mostraram promissoras quando testadas separadamente. Os adjuvantes saponina provaram ser seguros e já foram aprovados para uso na vacina Shingrix contra herpes-zóster. Os agonistas de TLR são conhecidos por estimular a resposta imune inata, o sistema que primeiro detecta um antígeno.

Os cientistas então decidiram testar um adjuvante agonista conjugado, composto pelas duas moléculas. Existem muitos tipos de agonistas de TLR, então a equipe optou por testar um agonista de TLR4 chamado MPLA. Esta molécula naturalmente se junta com as moléculas de saponina para formar nanopartículas de saponina/MPLA (SMNP).

Experimentos em camundongos mostraram que um adjuvante de saponina desencadeia uma forte resposta dos centros germinativos do corpo, estruturas nos nódulos linfáticos que bombeiam as células B. Um adjuvante de saponina também levou a melhores respostas de células T e de anticorpos com mudança de classe (que permitem que os anticorpos troquem de alvos à medida que se desenvolvem), em comparação com uma variedade de adjuvantes alternativos.

Os pesquisadores descobriram que a saponina faz a diferença porque promove um processo chamado drenagem linfática, onde o fluido linfático se move para os nódulos linfáticos e alerta as células imunológicas ao redor do corpo sobre a presença de um patógeno invasor.

Enquanto o adjuvante de saponina sozinho levou a uma boa resposta em camundongos, o agonista de TLR foi a arma secreta: Embora a saponina e o agonista de TLR tenham suas funções, combiná-los também leva o sistema imunológico a fazer mais tipos de células T foliculares auxiliares, que fortalecem a resposta imune, e mais interleucina-21, uma molécula antiviral.

A equipe se prepara agora para testar o novo adjuvante, o que será necessário antes que o composto seja aprovado para uso.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.