01/11/2021

Exercícios físicos interrompem desenvolvimento do câncer de próstata

Redação do Diário da Saúde
Exercícios físicos interrompem desenvolvimento do câncer de próstata
O segredo do benefício do exercício está em substâncias conhecidas como miocinas, ou mioquinas. [Imagem: Edith Cowan University]

Mioquinas contra o câncer

Esqueça o repouso na cama: Os exercícios físicos podem ser uma arma fundamental na batalha dos pacientes com câncer contra a doença.

O exercício faz com que os músculos secretem proteínas chamadas mioquinas (ou miocinas) em nosso sangue - e os pesquisadores agora descobriram que essas mioquinas podem suprimir o crescimento do tumor e até ajudar a combater ativamente as células cancerosas.

Um ensaio clínico observou pacientes obesos com câncer de próstata submetidos a treinamento físico regular por 12 semanas, com amostras de sangue sendo coletadas antes e depois do programa de exercícios.

Os pesquisadores então pegaram as amostras de sangue e as aplicaram diretamente nas células vivas do câncer de próstata.

"Os níveis de miocinas anticâncer dos pacientes aumentaram nos três meses. Quando pegamos o sangue pré-exercício e o sangue pós-exercício e os colocamos sobre as células vivas do câncer de próstata, vimos uma supressão significativa do crescimento dessas células com o sangue pós-treinamento. Isso é bastante significativo, indicando que o exercício crônico cria um ambiente supressor do câncer no corpo," disse o professor Robert Newton, da Universidade Edith Cowan (Austrália).

Terapia de privação de androgênio

Embora as miocinas pudessem sinalizar às células cancerosas para crescerem mais devagar - ou pararem completamente - elas sozinhas não conseguiram matar as células do tumor.

No entanto, as miocinas podem se associar a outras células do sangue para combater ativamente o câncer.

"As miocinas por si mesmas não sinalizam para as células morrerem. Mas sinalizam para nossas células imunológicas - células T - para atacar e matar as células cancerosas," explica o pesquisador Jin-Soo Kim.

O professor Newton acrescenta que os exercícios também complementam outros tratamentos de câncer de próstata, como a terapia de privação de androgênio, que é eficaz e comumente prescrita, mas também pode levar a uma redução significativa da massa magra e um aumento da massa gorda. Isso pode resultar em obesidade sarcopênica (ser obeso com baixa massa muscular), problemas de saúde e até outros cânceres.

Todos os participantes do estudo estavam passando por terapia de privação de androgênio e eram obesos. Durante o programa de treinamento, contudo, eles mantiveram a massa magra e perderam massa gorda.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.