30/04/2020

Quais exercícios devo fazer para manter minha mente em forma?

Redação do Diário da Saúde
Quais exercícios devo fazer para manter minha mente em forma?
Pesquisadores listaram as principais recomendações cientificamente comprovadas de atividades físicas que podem melhorar a mente e o cérebro.[Imagem: Tumisu/Pixabay]

Exercícios para a mente

As últimas pesquisas científicas mostraram que, num sentido, uma mente saudável gera um corpo saudável, e, no outro, a atividade esportiva melhora o desempenho cognitivo.

No entanto, existem vários tipos diferentes de esportes e uma ampla variedade de exercícios e treinamentos. Que tipo e quanto exercício manterá sua mente em boa forma?

Esta é a pergunta que pesquisadores da Universidade da Basileia (Suíça) e da Universidade de Tsukuba (Japão) se propuseram a responder por meio de uma análise em larga escala da literatura científica.

Eles usaram então essa análise para listar as principais recomendações cientificamente comprovadas de atividades físicas que melhoram o cérebro e a mente.

Esportes coordenados são particularmente eficazes

Depois de analisar 80 estudos científicos publicados sobre o assunto, a equipe identificou algumas características-chave: O treinamento de resistência, o treinamento de força ou uma mistura desses dois componentes mostraram-se boas opções para reforçar o desempenho cognitivo.

No entanto, esportes coordenados e desafiadores que exigem padrões de movimento complexos e interação com colegas jogadores são significativamente mais eficazes. "A coordenação durante um esporte parece ser ainda mais importante do que o volume total de atividades esportivas," explicou o professor Sebastian Ludyga.

Fazer atividades físicas por mais tempo não leva necessariamente a um nível de eficácia correspondentemente mais alto para a aptidão mental. A duração mais longa por unidade de exercício gerou uma melhoria maior do desempenho cognitivo apenas quando a prática se estende por um longo período de tempo.

Quais exercícios devo fazer para manter minha mente em forma?
Ficar em forma é mais do que físico: É um estado mental.
[Imagem: Suzanne Leitner-Wise/Pixabay]

Todas as faixas etárias se beneficiam

Assim como nossa condição física, o desempenho cognitivo muda ao longo de nossas vidas. Há um grande potencial de melhoria durante a infância (fase de desenvolvimento cognitivo) e durante a velhice (fase de degradação cognitiva). No entanto, o grupo de pesquisa não conseguiu encontrar um indicador de diferentes níveis de efetividade das atividades esportivas dentro das faixas etárias.

Além disso, as atividades esportivas, desde a escola primária até a idade mais avançada, não precisam ser fundamentalmente diferentes para melhorar o desempenho cognitivo.

Assim, diferentes faixas etárias podem ser combinadas para um objetivo comum durante os esportes. "Isso já está sendo implementado seletivamente com programas conjuntos de exercícios para crianças e avós," ilustrou o professor Uwe Pühse, acrescentando que isso é razão suficiente para que tais programas sejam expandidos.

Sessões esportivas intensas para meninos e homens

Já se sabia que o mesmo volume de atividade esportiva tem um efeito diferente na aptidão física para homens e mulheres. Os pesquisadores conseguiram agora verificar o mesmo quanto à aptidão mental: os estudos confirmam que os homens se beneficiam mais com a atividade esportiva também no aspecto cognitivo.

As diferenças entre os sexos são particularmente evidentes na intensidade do movimento, mas não no tipo de esporte. Um treino pesado parece ser particularmente interessante para meninos e homens. Em conjunto com um aumento gradual na intensidade, isso leva a uma melhoria significativamente maior no desempenho cognitivo por um período mais longo.

Por outro lado, o efeito positivo sobre as mulheres e meninas desaparece se a intensidade aumentar muito rapidamente. Os resultados sugerem que elas escolham atividades esportivas de baixa a média intensidade se quiserem aumentar sua aptidão cognitiva.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.