15/10/2020

Novos testes rápidos prometem facilitar ações contra pandemia

Com informações da OPAS

Exame rápido para covid-19

Novos testes diagnósticos aprovados pela OMS - acessíveis, confiáveis e realizáveis em qualquer lugar - podem transformar a resposta à covid-19.

A expectativa é que esses novos exames permitam que os profissionais de saúde realizem testes precisos e rápidos, mesmo em comunidades remotas.

Ao contrário dos testes rápidos de anticorpos, que podem mostrar quando alguém teve covid-19, mas que geralmente apresentam resultados negativos durante os estágios iniciais da infecção, os novos testes rápidos de antígenos são muito mais precisos para determinar se alguém está infectado.

"Ao fornecer resultados rapidamente, o novo teste capacita profissionais de saúde da linha de frente a manejar melhor os casos, isolando os pacientes para evitar uma propagação maior e para começar o tratamento imediatamente. Se for amplamente distribuído, este novo teste transformará nossa resposta à covid-19," afirmou Carissa Etienne, diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Fundo Estratégico

A diretora da OPAS afirmou que os testes de diagnóstico serão particularmente úteis em áreas de difícil acesso, sem fácil acesso a um laboratório, que foram desproporcionalmente afetadas pela pandemia.

"Hoje, a OPAS pode fornecer acesso a centenas de milhares desses testes por meio de seu Fundo Estratégico, com mais milhões de testes esperados nas próximas semanas", disse Etienne.

O Fundo Estratégico é um mecanismo de cooperação técnica para a América Latina, com recursos para a aquisição conjunta de medicamentos e suprimentos essenciais e é um componente central da estratégia da OPAS para avançar em direção à saúde universal.

Um estudo piloto com os novos kits de exames está sendo conduzido pela OPAS no Equador, El Salvador, México e Suriname. "Com o apoio da OMS, forneceremos esses testes diagnósticos gratuitamente, enquanto observamos de perto como eles são usados. Os dados coletados por meio deste estudo ajudarão os países dentro e fora de nossa região a aproveitar ao máximo os novos diagnósticos," afirmou Etienne.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.