14/12/2021

Polarização política não destrói apenas a democracia, pode destruir a sociedade

Redação do Diário da Saúde
Polarização política não destrói apenas a democracia, pode destruir a sociedade
O cenário político cada vez mais polarizado está gerando uma perda catastrófica de diversidade que ameaça a estabilidade não só da democracia, mas também da sociedade.[Imagem: Egan Jimenez/Princeton]

Consequências da polarização política

De forma muito parecida com o que acontece com um ecossistema explorado além dos seus limites, o cenário político cada vez mais polarizado na maior parte do mundo está gerando uma perda catastrófica de diversidade que ameaça a resiliência não apenas da democracia, mas da própria sociedade.

Esta é a conclusão de uma série de estudos projetados para examinar a polarização política onde os radicalismos são vistos como uma coleção de sistemas complexos em constante evolução.

Quinze equipes interdisciplinares de cientistas políticos e teóricos de sistemas complexos das ciências naturais e da engenharia se reuniram para estudar como a polarização é produzida e influenciada ao longo do tempo pelas ações e interações de eleitores individuais, pessoas no poder e várias redes sociais.

A conclusão geral é que, à medida que as interações sociais e as decisões individuais isolam as pessoas em grupos que não mais dialogam, o sistema político se torna incapaz de abordar a ampla gama de questões - ou formular a variedade de soluções - necessárias para o governo funcionar e fornecer os serviços essenciais para a sociedade.

"A perspectiva dos sistemas complexos demonstra que a perda de diversidade associada à polarização mina a cooperação e a capacidade das sociedades de fornecer os bens públicos que contribuem para uma sociedade saudável," afirma uma introdução dos editores Simon Levin, Helen Milner e Charles Perrings, no número especial da revista científica PNAS que publicou o conjunto de estudos.

"A polarização é um processo dinâmico e é isso que a teoria da complexidade pode nos ajudar a entender," escreveram os editores. "Como os cientistas ambientais e da complexidade mostraram em outros contextos, a manutenção da diversidade é crítica para que muitos sistemas prosperem e, muitas vezes, sobrevivam."

A Dinâmica da Polarização Política

Os sistemas adaptativos complexos são amplamente difundidos em campos que vão da física e dos sistemas financeiros aos sistemas naturais impulsionados pela evolução biológica e pelos sistemas socioeconômico-políticos.

"Esses sistemas são compostos de agentes individuais, nos quais há uma interação, e talvez uma coevolução, entre as atitudes e ações de agentes individuais e as propriedades emergentes dos sistemas aos quais eles pertencem.

"Infelizmente, estamos vendo a polarização hoje e uma subsequente perda de diversidade na gama de posições na sociedade nos Estados Unidos e globalmente," disse Levin.

Por exemplo, um modelo computacional testado com dados do Twitter mostrou que os usuários dessa plataforma de mídia social podem inadvertidamente se enquadrar em redes polarizadas ao deixar de seguir usuários que consideram fontes de notícias indesejadas.

Quando as pessoas são menos reativas às notícias, seu ambiente online permanece politicamente misto e, portanto, mais rico. Quando os usuários reagem e compartilham constantemente artigos de suas fontes de notícias preferidas, no entanto, é mais provável que eles desenvolvam redes politicamente isoladas, ou o que os pesquisadores chamam de "bolhas epistêmicas".

"Os artigos nesta edição [especial da PNAS] demonstram de uma perspectiva de sistemas as forças que levam à polarização - e algumas de suas consequências - com a esperança de que compreendê-las levará a uma melhor governança," concluiu Levin.

A edição especial, "A Dinâmica da Polarização Política", está disponível, em inglês, no endereço https://www.pnas.org/content/118/50#DynamicsofPoliticalPolarizationSpecialFeature.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.