06/03/2020

Primeiro medicamento contra novo coronavírus é identificado

Redação do Diário da Saúde
Covid-19: Identificado primeiro medicamento contra novo coronavírus
O "gancho" proteico de ligação do novo coronavírus SARS-CoV-2 usa o mesmo fator de ligação celular (ACE2) que o SARS-CoV, e usa a protease celular TMPRSS2 para sua ativação.[Imagem: Markus Hoffmann]

Remédio contra o novo coronavírus

Pesquisadores alemães afirmam ter encontrado o primeiro medicamento para combater o novo coronavírus SARS-CoV-2, causador da gripe covid-19.

Trata-se de um medicamento, chamado mesilato de camostato, já aprovado no Japão para tratar inflamações do pâncreas.

Tudo começou quando Markus Hoffmann e seus colegas de vários institutos de pesquisa da Alemanha descobriram como o novo coronavírus entra nas células hospedeiras para iniciar a infecção.

Eles identificarram uma proteína celular, chamada TMPRSS2, que é essencial para que o SARS-CoV-2 entre nas células pulmonares.

"Nossos resultados mostram que o SARS-CoV-2 requer a protease TMPRSS2, que está presente no corpo humano, para entrar nas células. Esta protease é um alvo potencial para intervenção terapêutica," disse o professor Stefan Pohlmann, coordenador da equipe.

Mesilato de camostato

Rastreando as bibliotecas de fármacos e medicamentos, a equipe verificou que o camostato mesilato inibe a mesma protease TMPRSS2, o que os levou a testar se o medicamento também poderia prevenir a infecção pelo SARS-CoV-2.

"Nós testamos o SARS-CoV-2 isolado de um paciente e descobrimos que o mesilato de camostato bloqueia a entrada do vírus nas células pulmonares," confirmou Markus Hoffmann.

A equipe recomenda agora que o medicamento comece a ser testado contra a covid-19 em ensaios clínicos controlados.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.