04/03/2009

Sexo em anúncios: use com cuidado alertam pesquisadores

Redação do Diário da Saúde

Sexo e propaganda

Uma imagem sexy realmente vende um produto? Depende, afirma uma nova pesquisa. Se os marqueteiros estão determinados a utilizar o sexo na propaganda, há muitas formas de fazê-lo que podem atrair os consumidores de ambos os sexos.

No espaço cada vez mais confuso dos anúncios e propagandas, os profissionais do marketing tendem a usar imagens cada vez mais radicais, incluindo imagens de nudez e linguagem sexual.

Reações negativas das mulheres

Agora, três cientistas deram prosseguimento a uma pesquisa que havia concluído que as mulheres apresentam reações negativas a conteúdos sexuais explícitos em anúncios e propagandas.

A pesquisa foi feita por Darren W. Dahl (Universidade British Columbia, Vancouver), Jaideep Sengupta (Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong), e Kathleen D. Vohs (Universidade de Minnesota).

"Nosso trabalho se baseou nas atuais perspectivas da psicologia sexual, que alerta para as radicais diferenças nas motivações e nas crenças sexuais entre homens e mulheres. Esta literatura apresenta os homens como tendo atitudes positivas quanto ao sexo recreativo e ocasional, enquanto as mulheres valorizam a intimidade emocional e o compromisso que pode envolver o relacionamento sexual," dizem os autores.

Visão feminina do sexo

Os cientistas propõem que as atitudes das mulheres em relação à propaganda sexualmente orientada podem melhorar se os anúncios apresentarem o sexo de forma consistente com os valores intrínsecos das mulheres. Por exemplo, se o comportamento sexual aparecer refletindo envolvimento e compromisso.

"As conclusões de nossos experimentos iniciais dão suporte a esta hipótese. Um dos experimentos ilustra que o compromisso melhora as atitudes das mulheres," dizem os autores.

O compromisso foi incluído nos anúncios, por exemplo, retratando o produto como sendo o presente de um homem para uma mulher, e não apenas um produto ligado ao apelo sexual.

Alerta aos marqueteiros

Os autores alertam os marqueteiros para "exercitarem o cuidado" quando se trata de colocar sexo em anúncios, mas eles não necessitam abandoná-lo de vez.

"Os experimentos também revelaram que o uso apropriado de contextos de relacionamento pode melhorar as atitudes das mulheres em relação ao anúncio e à marca," concluem eles.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.