09/04/2019

Terapia com raios alfa trata câncer sem radiação externa

Redação do Diário da Saúde
Terapia com raios alfa trata câncer sem radiação externa
Comparação entre os raios alfa, usados no novo tratamento com radiação interna, e os raios beta, aplicados externamente. [Imagem: Departmento de Medicina Nuclear/Universidade de Osaka]

Tratamento com radiação interna

Por muitos anos, o iodo radioativo e suas emissões de raios beta têm sido usados para o tratamento do câncer de tireoide - as taxas de sobrevida após 5 anos podem exceder 90%.

No entanto, alguns tumores da tireoide tornam-se resistentes ao tratamento com iodo ("refratário ao iodo") e uma outra abordagem é urgentemente necessária. Muitos grupos de pesquisa tentaram determinar novos métodos para o tratamento do câncer de tireoide refratário a iodo, mas nenhum havia apresentado resultados animadores - até agora.

Uma equipe da Universidade de Osaka (Japão) usou um grande acelerador de partículas para fabricar uma droga terapêutica - o astateto de sódio injetável - que emite radiação alfa terapêutica de alta energia a partir de íons do elemento químico ástato, ou astatínio - o At-211.

A terapia alfa direcionada apresentou efeitos terapêuticos mais altos, limitando os danos às células normais ao redor do tumor.

"Quando administramos o medicamento terapêutico, o astateto de sódio, em camundongos que receberam enxertos de células cancerígenas da tireoide, notamos um efeito marcado de regressão do tumor devido à exposição aos raios alfa," contou o professor Tadashi Watabe. "Em particular, os camundongos com doses mais altas de astateto de sódio sobreviveram por quase três vezes mais do que os camundongos não tratados, e seus tumores eram várias vezes menores em tamanho".

Os camundongos com células cancerosas da tireoide apresentaram perda de peso transitória quando receberam doses mais elevadas de astateto de sódio. Notavelmente, os camundongos que receberam doses menores apresentaram considerável supressão tumoral sem perda de peso, indicando que a exposição fracionada aos raios alfa pode permitir o tratamento eficaz sem efeitos colaterais graves.

Múltiplas metástases

A terapia de radiação com astateto de sódio oferece uma exposição sistêmica aos raios alfa, com potencial para se tornar um tratamento inovador não apenas para o câncer de tireoide refratário, mas também para uma variedade de cânceres com múltiplas metástases.

Mais importante ainda, a injeção do fármaco terapêutico poderá permitir o tratamento ambulatorial inovador de lesões cancerígenas por todo o corpo, sem envolver a terapia de radiação externa, minimizando os custos do tratamento e dando maior qualidade de vida aos pacientes.

Como próximo passo, estão sendo feitas preparações para um ensaio clínico da terapia com astateto de sódio para o tratamento de raios alfa do câncer de tireoide refratário a iodo com múltiplas metástases.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.