Cresce número de bebês com síndrome de abstinência por vício da mãe

Opiáceos

A cada hora, nasce um bebê nos Estados Unidos com sintomas de dependência de opiáceos.

Os opiáceos, derivados do ópio, não abarcam apenas drogas ilegais, mas também alguns tipos de medicamentos contra a dor, como a oxicodona e a morfina, e a codeína, muito usada em xaropes.

Só em 2009, 13,5 mil bebês teriam nascido no país com síndrome de abstinência neonatal.

Os sintomas incluem tremores, irritabilidade neurológica, convulsões, problemas respiratórios, dificuldades de alimentação, problemas gástricas e distúrbios do sono.

Entre 60% e 80% dos bebês expostos aos opiáceos quando ainda no útero desenvolvem alguns ou todos esses sintomas logo após o nascimento.

Síndrome de abstinência

Não se sabe ao certo quais são os impactos de longo prazo para a saúde dos bebês que nascem com sintomas de dependência.

Algumas pesquisas científicas, mas não todas, apontam um risco mais alto de problemas de desenvolvimento.

Outro trabalho associou o uso da morfina com o alastramento do câncer.

Custos financeiros

Neste estudo, os pesquisadores estavam mais preocupados com os custos de internação desses bebês.

"Bebês com síndrome de abstinência neonatal precisam de hospitalizações iniciais mais longas, frequentemente mais complexas e mais custosas", conclui o estudo.

Em média, um recém-nascido com sintomas de dependência passa 16 dias no hospital, em comparação com apenas três para os demais bebês.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vícios

Gravidez

Drogas Lícitas

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.