Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

08/01/2013

Betabloqueadores ajudam a prevenir demência

Com informações da BBC

Demência vascular

Um medicamento largamente usado para problemas cardíacos, sobretudo para tratar pressão alta, pode reduzir o risco de demência.

A demência vascular é a segunda forma mais comum de demência, logo após o Mal de Alzheimer, e pode ocorrer se o fluxo de sangue ao cérebro for reduzido.

A hipertensão pode danificar os pequenos vasos que levam sangue ao cérebro - é o sangue que fornece o oxigênio essencial para o funcionamento do cérebro.

O estudo, realizado entre 774 homens sugere que a ingestão de medicamentos conhecidos como betabloqueadores ajuda na prevenção da demência vascular.

Betabloqueadores

De acordo os pesquisadores da Universidade do Havaí, pacientes que tomavam betabloqueadores para controlar a hipertensão mostraram ter menos lesões cerebrais do que aqueles que não estavam recebendo tratamento algum contra hipertensão ou que tomavam outros tipos de medicamentos para lidar com o problema.

Uma outra pesquisa, realizada há dois anos, entre um grupo bem maior de homens, um total de 800 mil, já havia sugerido que outro remédio usado para conter a hipertensão, conhecido com bloqueador dos receptores da angiotensina (ARB), pode reduzir o risco de demência, inclusive do Mal de Alzheimer, em até 50%.


Ver mais notícias sobre os temas:

Neurociências

Cérebro

Sistema Circulatório

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Cientistas dizem ter descoberto cura definitiva para alcoolismo

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?