Brasileiro cria lanterna capaz de erradicar infecções

Brasileiro cria lanterna capaz de erradicar infecções
O aparelho portátil é capaz de erradicar infecções provocadas por bactérias resistentes a antibióticos.
[Imagem: Capes/Divulgação]

Lanterna medicinal

O estudante brasileiro Caio Moreira Guimarães, foi premiado pela Universidade de Harvard e pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), ambos nos EUA, pelo desenvolvimento de uma "lanterna medicinal".

O aparelho portátil é capaz de erradicar infecções provocadas por bactérias resistentes a antibióticos, usando apenas algumas frequências de luz.

Caio, formado em engenharia Elétrica pela Escola Politécnica de Pernambuco (POLI/UPE), é bolsista do Programa Ciência Sem Fronteiras, que está enviando milhares de universitários e recém-formados para estágios e complemento de estudos em universidades do exterior e trazendo pesquisadores experientes para ensinar no Brasil.

Depois de especializar-se em engenharia elétrica biomédica, Caio conseguiu uma vaga para fazer pesquisas em um dos laboratórios de maior prestígio no mundo na área, o Centro Wellman de Fotomedicina, em Boston (EUA).

Prêmios

O estudante apresentou sua lanterna medicinal em um evento que reúne os melhores estudantes da área médica e tecnológica, quando então seu trabalho foi classificado e escolhido por cientistas de Harvard e do MIT como o melhor do evento em sua categoria.

Em reconhecimento ao seu projeto, Caio recebeu o convite do chefe do laboratório para apresentar sua nova tecnologia em fevereiro de 2015 na Photonics West, considerada a maior conferência de fotomedicina do mundo, realizada em São Francisco, na Califórnia.


Ver mais notícias sobre os temas:

Fotônica

Equipamentos Médicos

Educação

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.