Campanha quer conscientizar crianças e adolescentes sobre a hanseníase

Campanha sobre hanseníase

Começou nesta sexta-feira, 13 de março, uma campanha do governo do estado de São Paulo para alertar os jovens sobre a hanseníase. A campanha deverá atingir os 5 milhões de estudantes da rede estadual de ensino.

"Queremos que os alunos aprendam sobre a doença e repassem o conhecimento aos pais. Temos de desmistificar os preconceitos sobre a hanseníase", afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.

Além de reduzir sensivelmente o preconceito contra os portadores do mal, que pode ser tratado e tem cura, a campanha pretende alertar as crianças e os adolescentes contra os riscos da doença.

Material para escolas

O governo está disponibilizando material para ser utilizado pelos professores da rede estadual, que está disponível no site do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) do estado.

"O material aborda a hanseníase de forma didática, explicando as formas de contágio, prevenção e tratamento, permitindo que os estudantes recebam as informações e as repassem adiante', diz o secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata.

Informações sobre a hanseníase

A hanseníase é uma doença provocada pelo bacilo de Hansen, que ataca os nervos e a pele. A transmissão se dá mediante o convívio prolongado com o portador da doença.

A hanseníase não se transmite por relações sexuais, usar o mesmo banheiro, beijos, abraços, apertos de mão, uso de utensílios domésticos, contato com roupas, em piscina, em banco de ônibus, pelo sangue, pelo leite materno e nem pela hereditariedade, entre outros.

Os primeiros sinais e sintomas da doença são manchas esbranquiçadas e avermelhadas na pele e redução de sensibilidade ao calor, à dor e ao toque no local das manchas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Eventos

Educação

Cuidados com a Pele

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.