Capacidade de parar de fumar difere por etnia

Capacidade de parar de fumar difere por etnia
Em média, os brancos que participaram do estudo fumavam 23 cigarros por dia, comparados a 16 para os latino-americanos e 13 para os afro-americanos.
[Imagem: Umich]

Êxito em parar de fumar

Em um estudo com quase 3.000 fumantes, pesquisadores das escolas de Saúde Pública das universidades de Michigan e Texas (EUA) constataram que os latino-americanos e os negros têm mais êxito em parar de fumar do que os caucasianos (brancos).

A taxa de pessoas que deixaram o cigarro foi cerca de 20% maior entre os negros e 50% maior entre os latino-americanos em comparação com os brancos. Foram analisadas pessoas que fumavam há pelo menos 20 anos.

"A crença geral é que os fumantes negros são menos propensos a parar de fumar. Nosso estudo questiona essa suposição tradicional, mostrando que, depois dos 50 anos, os negros são mais propensos a largar o vício," conta o médico Shervin Assari.

"Embora a juventude negra tenha menor tendência ao fumo do que os jovens brancos, esta diferença quase desaparece na idade adulta, porque os negros começam a fumar mais tarde que os brancos," acrescentou.

Grau do vício

Os pesquisadores afirmam que o "grau" do vício teve impacto na facilidade ou não de abandonar o cigarro.

"A explicação foi que os negros e os latino-americanos são fumantes mais leves e por isso fica mais fácil parar de fumar. O sucesso é maior," disse Frank Bandiera, principal autor da pesquisa.

Em média, os brancos que participaram do estudo fumavam 23 cigarros por dia, comparados a 16 para os latino-americanos e 13 para os afro-americanos.

"A taxa mais alta de ex-fumantes bem-sucedidos entre os latino-americanos e os negros pode explicar por que as taxas de mortalidade são inferiores entre os latino-americanos e os brancos, e por que a diferença da taxa de mortalidade entre os negros e brancos está se aproximando," acrescentou Bandiera, sempre referindo-se a dados dos EUA.


Ver mais notícias sobre os temas:

Tabagismo

Genética

Vícios

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.