Cientistas descobrem como o vírus da dengue se torna mortal

Amadurecimento do vírus

Cientistas conseguiram pela primeira vez desvendar o processo que faz com que o vírus da dengue se torna mortal para o ser humano. Eles descobriram que o vírus passa por transformações em sua própria estrutura, no interior das células afetadas.

O mecanismo é chamado de "amadurecimento" do vírus, e depende da ação da uma proteína que recobre o genoma do vírus. Ao se transformar, a proteína altera a ação do vírus.

"Esta é possivelmente a compreensão mais detalhada de como um vírus amadurece", disse um dos autores do estudo, o professor Michael Rossmann, da Universidade Purdue, em Indiana, Estados Unidos.

A compreensão do processe de amadurecimento do vírus nesse nível de detalhamento é importante para os cientistas que tentam desenvolver vacinas contra a dengue.

Flavivírus

A descoberta não se aplica apenas ao vírus da dengue, mas também àqueles causadores da febre amarela, da encefalite e da chamada febre do Nilo ocidental - um tipo conhecido como flavivírus, que têm mosquitos como hospedeiros.

O que os cientistas descobriram foi o que acontece no interior da célula quando ela é infectada por esse tipo de vírus. Quando ainda não está amadurecido, ele é incapaz de infectar as células porque não consegue se fundir com suas membranas.

Ao se movimentar da célula hospedeira para uma célula vizinha, ocorre o processo de amadurecimento - ao se transformar, o vírus já se torna capaz de infectar a célula vizinha.

Mudança de acidez

No caminho entre as células, o vírus passa por uma mudança de acidez que resulta na divisão de um composto de proteínas que recobre seu genoma. "Esta mudança de acidez já era conhecida, mas seu impacto no processo de amadurecimento não era conhecido até estas descobertas", disse Rossmann.

Estrutura das proteínas

O cientista afirma que pesquisas adicionais serão necessárias para compreender melhor a estrutura das proteínas," a fim de esclarecer os mecanismos que evitam que a forma imatura de um vírus não infecte outras células.

"Em última instância, os pesquisadores podem querer encontrar maneiras de tratar ou prevenir infecções virais. Mas para isso temos antes de saber como os vírus funcionam, como amadurecem e como dão início a uma infecção", disse Rossmann.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vírus

Infecções

Epidemias

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.