Comida saudável satisfaz menos?

Alimento saudável e saciedade

Comer demais é normalmente considerado um dos principais culpados da obesidade.

Mas parece que comer demais afeta também o consumo dos alimentos saudáveis cada vez mais anunciados na mídia.

Pesquisadores identificaram comportamentos que mostram que, quando as pessoas comem o que elas consideram ser um alimento saudável, elas comem mais do que o recomendado porque associam "saudável" com menor sensação de saciedade.

Saciedade saudável

O objetivo principal era estudar a ideia de que os consumidores alimentam uma crença implícita de que alimentos saudáveis satisfazem menos - "enchem menos", ou produzem uma menor sensação de saciedade - do que os alimentos não saudáveis.

De fato, a mera taxação de um alimento como menos ou mais saudável - independentemente de seu conteúdo nutricional real - alterou o julgamento e o comportamento dos voluntários quanto à quantidade a ser comida para gerar a sensação de saciedade.

Quando receberam alimentos taxados como saudáveis, os participantes relataram níveis mais baixos de fome após o lanche, mas pediram porções maiores e comeram mais.

Surpreendentemente, mesmo os consumidores que disseram não concordar com a ideia de que alimentos saudáveis geram menor saciedade do que os alimentos não saudáveis mostraram-se sujeitos ao mesmo viés.

Etiquetas que atrapalham

Jacob Suher e seus colegas da Universidade Cornell (EUA) defendem que a recente proliferação de alimentos rotulados como saudáveis pode, ironicamente, estar contribuindo para a epidemia de obesidade, em vez de reduzi-la.

Mas, segundo eles, os consumidores podem usar esta informação para evitar comer em excesso os alimentos apresentados como saudáveis e buscar alimentos retratados como nutritivos quando quiserem se sentir mais satisfeitos sem incorrer em excessos.


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Consumo Responsável

Comportamento

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.