Como encorajar comportamentos ambientalmente corretos?

Não dê o peixe

Os aguerridos ativistas ambientais precisam mudar sua estratégia se quiserem que a sociedade assuma comportamentos ambientalmente amigáveis.

Isso porque as pessoas são mais propensas a mudar seu comportamento quando se engajam voluntariamente na busca pela mudança.

Mas elas reagem negativamente se alguém lhes disser especificamente o que elas devem fazer.

A conclusão é de um estudo realizado por Katie Baca-Motes, da Disney Research, em colaboração com colegas da Universidade da Califórnia de San Diego (EUA).

Sutileza

Incentive delicadamente os consumidores se o que você realmente quer é que eles adotem comportamentos ambientalmente amigáveis, dizem as cientistas no artigo publicado na revista Journal of Consumer Research.

"O comprometimento promove mudanças consistentes no comportamento, especialmente se os consumidores prometem medidas específicas para promover o comportamento desejado. Os consumidores que publicamente expressam um compromisso com o meio ambiente vão reforçar seu comprometimento e ampliar seu comportamento sustentável," escrevem eles.

As diferenças são sutis, mas os resultados não.

Por exemplo, hotéis que pedem aos consumidores para "fazer sua parte" usando a mesma toalha mais de uma vez tiveram sucesso limitado.

Apelos a normais sociais - dizendo aos hóspedes que a maioria dos clientes reutiliza suas toalhas - tiveram melhores resultados, ainda que modestos, ao redor dos 50%.

Compromisso com o meio ambiente

Os cientistas então testaram uma abordagem diferente.

Durante o check-in, foi pedido aos hóspedes para fazerem um compromisso, que podia ser, ou um compromisso de reutilizar as toalhas, ou um compromisso genérico de adotar um comportamento ambientalmente amigável.

Para reforçar o comprometimento, alguns hóspedes que fizeram o compromisso de comportamento ambientalmente amigável receberam um pequeno broche (botton) com a mensagem "Amigo da Terra".

O grupo que fez o compromisso genérico com o meio ambiente reutilizou suas toalhas significativamente mais do que aqueles que se comprometeram diretamente em fazê-lo.

O melhor resultado, contudo, veio daqueles que usaram o enfeite "Amigo da Terra" na gola da roupa.

"Em vez de dizer aos consumidores o que eles deveriam fazer, empresas, organizações sem fins lucrativos, ou agências governamentais que desejam influenciar a mudança de comportamento devem considerar uma opção alternativa - uma que crie uma oportunidade atraente para os consumidores a começarem com um pequeno passo - um compromisso não-vinculativo que provavelmente vai empurrar seu comportamento na direção desejada," concluem os autores.


Ver mais notícias sobre os temas:

Ética

Hábitos de Consumo

Educação

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.