Descoberta nova doença transmitida por mosquitos

Estreia bacteriana

Cientistas suecos descobriram uma nova doença causada por uma bactéria transmitida ao homem pela picada de um mosquito.

Desde sua descoberta foram descritos oito casos da nova doença ao redor do mundo, três deles na região de Gotemburgo, na Suécia.

A doença é causada pela bactéria Neoehrlichia mikurensis, que foi descoberta em 2004 em ratos e pernilongos na ilha de Mikura, no Japão.

Agora se sabe que ela fez seu caminho até os humanos, embora seja mínima a chance de que haja uma infecção de humano para humano.

Vai e volta

Em Julho de 2009, um homem de 77 anos foi internado depois de passear de caiaque em um rio no oeste da Suécia.

Ele apresentava diarreia, febre e perda temporária de consciência. Os exames logo mostraram que ele também estava sofrendo de trombose.

Depois dos tratamentos tradicionais com antibióticos ele foi liberado.

Mas as internações e liberações se repetiram seguidamente nas semanas seguintes, até que pesquisadores do hospital da Universidade de Gotemburgo tiveram sua atenção chamada para o caso e resolveram estudá-lo em detalhes.

Aprendizado

A solução veio depois que o sangue do paciente foi examinado em busca de sinais de DNAs bacterianos.

O DNA identificado no exame foi localizado em um banco de dados genético e o paciente teve a infelicidade de passar para a história como o primeiro humano a contrair uma infecção com a Neoehrlichia mikurensis.

Desde então, mais sete casos foram identificados.

Para Christine Wenneras, responsável pela pesquisa, o mais preocupante da nova doença é a ocorrência de trombose - uma situação potencialmente fatal - nos pacientes que chegam ao estado de um sistema imunológico muito fragilizado.

E isto deverá ocorrer em maior número até que os médicos ao redor do mundo aprendam a identificar a nova infecção.


Ver mais notícias sobre os temas:

Infecções

Bactérias

Sistema Imunológico

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.