Descoberto novo código escondido no DNA

Informações genéticas

Cientistas descobriram um segundo código escondido dentro das moléculas de DNA.

Esse segundo código contém informações que mudam a forma como os cientistas leem as instruções contidas no DNA e interpretam as mutações para tentar entender a saúde e as doenças.

Desde que o código genético foi decifrado, em 1960, os cientistas assumiram que ele era usado exclusivamente para gravar informações sobre proteínas.

Andrew Stergachis e seus colegas da Universidade de Washington (EUA) agora descobriram que os genomas usam o código genético para escrever pelo menos dois idiomas distintos.

O primeiro, que já havia sido decifrado, descreve como as proteínas são feitas, enquanto o novo idioma instrui a célula em como os genes devem ser controlados.

Uma linguagem é escrita em cima da outra, razão pela qual esse segundo idioma do DNA permaneceu escondido por tanto tempo.

Na prática, os dados contidos no novo código escondido do DNA praticamente dobram as informações genéticas.

"Por mais de 40 anos nós assumimos que mudanças no DNA que afetam o código genético impactam apenas o modo como as proteínas são feitas," diz o professor John Stamatoyannopoulos, orientador do estudo.

"Agora sabemos que este pressuposto básico sobre a leitura do genoma humano perdeu metade da informação. Essas novas descobertas mostram que o DNA é um dispositivo de armazenamento de informações incrivelmente poderoso, que a natureza tem explorado plenamente de maneiras inesperadas."

Descoberto novo código escondido no DNA
A interpretação do DNA vem mudando radicalmente ao longo dos últimos anos, conforme se descobre que o papel dessa assim chamada "molécula da vida" é muito mais complicado do que parecia inicialmente.
[Imagem: Andrew B. Stergachis et al./Science]

Códons e dúons

O código genético utiliza um alfabeto de 64 letras, chamadas códons.

O que se descobriu agora é que alguns códons, que foram batizados de dúons, podem ter dois significados, um relacionado à sequência da proteína e outro relacionado ao controle do gene.

As instruções de controle dos genes parecem ajudar a estabilizar certas características benéficas das proteínas e como elas são feitas.

A descoberta dos dúons terá grandes implicações para a forma como os cientistas e os médicos interpretam o genoma de um paciente.

"O fato de que o código genético pode escrever simultaneamente dois tipos de informação significa que muitas mudanças no DNA que pareciam alterar sequências de proteína podem, na verdade, causar doenças perturbando os programas de controle do gene ou mesmo ambos os mecanismos simultaneamente," afirmou o Dr. Stamatoyannopoulos.

Na verdade, a interpretação do DNA vem mudando radicalmente ao longo dos últimos anos, conforme se descobre que o papel dessa assim chamada "molécula da vida" é muito mais complicado do que parecia inicialmente, e que ela está longe de ser totalmente decifrada:


Ver mais notícias sobre os temas:

Genética

Prevenção

Rejuvenescimento

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.