Divulgada primeira imagem do vírus zika

Imagem do vírus zika

Pesquisadores do Laboratório de Morfologia e Morfogênese Viral do Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz) usaram um microscópio eletrônico para mostrar a "cara" do vírus zika.

Embora as partículas do vírus zika sejam muito pequenas, é possível vê-las no interior da célula infectada que foi observada pelo microscópio.

Cada vírus tem um diâmetro médio de 50 nanômetros, ou seja, 50 bilionésimos de metro.

Os vírus vieram de uma amostra de sangue de uma paciente infectada pelo zika.

Divulgada primeira imagem do vírus zika
Os vírus zika são as pequenas partículas pretas.
[Imagem: Debora Barreto-Vieira/IOC/Fiocruz]

Células Vero

A infecção foi realizada em laboratório, em um cultivo de células Vero, uma linhagem derivada de células de macacos, e frequentemente utilizada para ensaios de laboratório.

O registro foi obtido durante um estudo que investiga etapas da replicação viral feito por Débora Barreto Vieira e Ortrud Monika Barth.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vírus

Nanotecnologia

Epidemias

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.