Fosfato em alimentos industrializados prejudica os rins

Fosfato nos alimentos

Fosfatos adicionados artificialmente aos produtos lácteos e aos cereais parecem causar picos nos níveis de fósforo no sangue maiores do que os causados pelos fosfatos que ocorrem naturalmente nos alimentos, colocando os rins sob estresse severo.

A descoberta vem dar suporte a um alerta recente de que o fosfato pode se tornar o "próximo sódio", em referência à quantidade excessiva de sal nos alimentos industrializados.

Fosfato demais na alimentação também enrijece os vasos sanguíneos, dilata o coração e é ruim para os ossos - mas parece que isto é válido sobretudo para os fosfatos adicionados artificialmente pela indústria alimentícia.

"O estudo sugere que as pessoas deveriam ser mais conscientes do que comem," disse a professora Linda Moore, do Hospital Metodista de Houston e principal autor do estudo.

"O Instituto de Medicina recomenda 700 miligramas de fosfato por dia e achamos que este é um bom número. O que vimos neste estudo é o consumo do dobro desse valor por um monte de gente. Fosfato demais é preocupante para pessoas saudáveis - mas é de especial preocupação para as pessoas que já possuem lesão renal ou doença renal crônica," alerta a pesquisadora.

Fósforo no organismo

O fósforo é um elemento químico crucial para a vida. Ele ajuda a formar a espinha dorsal do DNA e do RNA, está fortemente envolvido como carreador de energia dentro e entre as células, ajuda a traduzir os sinais hormonais em mudanças no comportamento celular, e pode até mesmo ser um amortecedor de alterações no pH.

O fósforo ocorre em muitas formas no corpo humano, mas o fosfato é a mais comum - fosfatos são formatos por um átomo de fósforo e quatro de oxigênio.

Os fosfatos são adicionados a muitos alimentos como sais, funcionando como conservantes, agentes de espessamento e aeradores, para deixar bolos e outros alimentos mais fofos.

O que se tem demonstrado agora é que, como quase tudo, fosfato demais pode fazer mal - e mais mal sobretudo para pessoas que já têm problemas nos rins.

Controlando para o desempenho das funções renais e para todos os outros tipos de alimentos consumidos, uma porção de produtos lácteos com aditivos de fosfato inorgânico aumenta os níveis séricos de fósforo em 0,07 miligrama por decilitro (mg/dL), e uma porção de cereais ou grãos (1/2 xícara) com fosfatos adicionados irá aumentar o fósforo sérico em 0,01 mg/dL.

O estudo foi publicado no American Journal of Clinical Nutrition.


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Consumo Responsável

Vitaminas

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.