Fumaça de motores diesel causa câncer de pulmão, diz OMS

Fumaça de motores diesel causa câncer de pulmão, diz OMS
A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a fumaça do escapamento de motores diesel como carcinogênica para humanos.
[Imagem: OMS]

Do provável ao certo

Depois de uma semana de debates entre especialistas internacionais, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a fumaça do escapamento de motores diesel como carcinogênica para humanos.

Em 1988, a entidade havia classificado as emissões de diesel como "provavelmente carcinogênicas". Dez anos depois, em 1998, a OMS colocou a substância na lista de prioridades para reavaliação.

Segundo a entidade, as evidências sobre o câncer causado pela fumaça dos caminhões e outros motores a diesel se acumularam sobretudo entre os trabalhadores, submetidos à fumaça em várias situações.

Mas foi crucial para a decisão agora tomada a publicação, em 2012, de um estudo feito pelo Instituto Nacional do Câncer dos EUA, onde foram avaliados os efeitos dessas emissões em trabalhadores de minas subterrâneas, submetidos à fumaça do diesel de forma quase constante.

O estudo norte-americano mostrou um aumento significativo do câncer de pulmão entre esses mineiros.

Diesel em veículos e geradores

Além dos caminhões, a OMS cita a exposição devido à poluição do ar por trens, navios e motores estacionários de geradores de energia.

Os EUA e a Europa já tomaram medidas para redução da emissão de particulados pelos motores diesel.

Contudo, segundo a OMS, ainda não está claro se essas medidas serão suficientes para evitar os danos à saúde documentados até agora.

Além disso, os veículos fabricados nas normas antigas continuarão rodando por décadas, principalmente nos países menos desenvolvidos.


Ver mais notícias sobre os temas:

Poluição

Câncer

Sistema Respiratório

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.