Número de fumantes no Brasil cai 30% em nove anos

O ato de fumar está cada vez menos popular no Brasil.

Segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde apenas 10,8% dos brasileiros ainda mantém o hábito de fumar - o índice é maior entre os homens (12,8%) do que entre as mulheres (9%).

Os números representam uma queda de 30,7% no percentual de fumantes nos últimos nove anos. Em 2006, 15,6% dos brasileiros declaravam consumir o produto.

A redução no consumo é resultado de uma série de ações desenvolvidas pelo Governo Federal para combater o uso do tabaco.

Entre os principais motivos para a queda do consumo do tabaco no Brasil está o aumento do preço dos cigarros. Segundo pesquisa ICT/INCA feita em 2013, 62% dos fumantes pensaram em parar de fumar devido ao valor do produto no país.

A política de preços mínimos também está diretamente ligada à redução da experimentação entre os jovens, já que cerca de 80% dos fumantes iniciam o hábito antes dos 18 anos.

"A política de preços é determinante para coibir o uso e a iniciação ao tabagismo. Outras ações importantes são a proibição da propaganda do cigarro e ao fumo em ambientes coletivos, além da oferta crescente de tratamento para quem quer deixar de fumar. Em 2013, mais de 70% dos brasileiros que tentaram parar foram atendidos pelo SUS", disse o ministro da saúde, Arthur Chioro.

O tabagismo é um fator importante para o desenvolvimento das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) - como câncer, doenças pulmonares e cardiovasculares - e o uso do tabaco continua sendo a principal causa de mortes evitáveis.


Ver mais notícias sobre os temas:

Tabagismo

Drogas Lícitas

Sistema Respiratório

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.