Ioga é eficaz contra a fibromialgia

Dor crônica

Exercícios de ioga combatem a fibromialgia, uma desordem médica caracterizada por uma dor crônica generalizada.

A conclusão é de uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Oregon, nos Estados Unidos, e que acaba de ser publicada na revista Pain.

"Pesquisas anteriores sugerem que o tratamento mais bem-sucedido para a fibromialgia envolve uma combinação de medicamentos, exercícios físicos e desenvolvimento de habilidades de enfrentamento," explica o Dr. James Carson. "Aqui, nós nos voltamos especificamente para a ioga para determinar se ela deve ser considerada como um tratamento e em que medida ela pode ser bem-sucedida."

Ioga contra a fibromialgia

Neste estudo, os pesquisadores acompanharam 53 mulheres previamente diagnosticadas com fibromialgia.

As mulheres foram divididas aleatoriamente em dois grupos. O primeiro grupo participou de um programa de ioga de oito semanas, que incluía posições suaves, meditação, exercícios respiratórios e discussões em grupo. O segundo grupo - o grupo de controle - recebeu a medicação padrão usada nos tratamentos da fibromialgia.

A comparação dos dados dos dois grupos revelou que a ioga ajuda a combater vários sintomas da fibromialgia mais grave, incluindo dor, fadiga, rigidez, problemas de sono, depressão, memória fraca, ansiedade e falta de equilíbrio.

Todas essas melhorias se mostraram não apenas estatisticamente importantes, mas também clinicamente significativas, ou seja, as mudanças foram grandes o suficiente para terem um impacto prático sobre o bem-estar diário.

Por exemplo, no grupo da ioga, a dor foi reduzida por uma média de 24 por cento, a fadiga em 30 por cento e a depressão em 42 por cento.

"Uma provável razão para o aparente sucesso dessa terapia foi o forte empenho demonstrado pelas participantes. Não apenas a presenças nas aulas foi boa, como também a vontade de praticar ioga em casa," acrescenta Carson.

Sobre a fibromialgia

Fibromialgia é uma síndrome caracterizada predominantemente por dor muscular e fadiga.

A condição pode causar problemas de sono, cansaço e estresse psicológico. Outros sintomas incluem frequentemente:

  • rigidez matinal
  • formigamento ou dormência nas extremidades
  • dores de cabeça
  • problemas de memória


Ver mais notícias sobre os temas:

Terapias Alternativas

Dores Crônicas

Meditação

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.