A meditação certa pode tornar você mais criativo

A meditação certa pode tornar você mais criativo
A criatividade pode ser aumentada também por meio de exercícios físicos, garantem os pesquisadores.
[Imagem: Universiteit Leiden]

Já havia sido identificada uma relação entre a meditação e a criatividade, mas agora se confirmou que certas técnicas de meditação reforçam o pensamento criativo mais do que outras.

A conclusão é de um estudo realizado por Lorenza Colzato e seus colegas da Universidade de Leiden (Bélgica), publicado na revista científica de acesso aberto Frontiers in Cognition.

O estudo é uma indicação clara de que as vantagens de tipos específicos de meditação vão muito além do que simplesmente relaxar, como tem sido presumido nas conclusões de vários pesquisadores.

Os resultados dão suporte ao conceito de que a meditação pode ter uma influência duradoura sobre a cognição humana, incluindo a forma como pensamos e como experimentamos os eventos.

Pensamento convergente e pensamento divergente

Os pesquisadores mensuraram a influência de diferentes tipos de técnicas de meditação sobre os dois ingredientes principais da criatividade: os estilos divergente e convergente de pensamento.

O pensamento divergente permite a geração de ideias novas. Ele é medido utilizando o método chamado Tarefa de Usos Alternativos, onde os participantes devem imaginar o maior número possível de usos para um determinado objeto - uma caneta, por exemplo.

O pensamento convergente, por outro lado, é um processo pelo qual é gerada uma solução possível para um problema particular. Esse processo é avaliado usando o método Tarefas Associadas Remotas, onde três palavras não relacionadas são apresentadas aos participantes - como "tempo", "cabelo" e "esticar". Os participantes devem então identificar o elo comum entre elas: neste caso, "longo".

A Dra. Colzato usou tarefas de criatividade que medem o pensamento convergente e divergente para avaliar quais técnicas de meditação influenciam mais as atividades criativas.

Abra sua mente

As técnicas de meditação analisadas foram agrupadas em "Monitoramento Aberto", na qual o indivíduo é receptivo a todos os pensamentos e sensações sem focar a atenção em qualquer conceito ou objeto particular, e "Meditação da Atenção Focada", na qual o indivíduo se concentra em um pensamento ou objeto específico.

Os resultados demonstraram que nem todas as formas de meditação têm o mesmo efeito sobre a criatividade.

Após a meditação do tipo "Monitoramento Aberto", os participantes apresentaram um desempenho melhor no pensamento divergente, e geraram mais ideias novas do que anteriormente. Este feito não foi observado entre os participantes das meditações do tipo "Atenção Focada".

A meditação da "Atenção Focada" também não teve efeito significativo sobre o pensamento convergente, não ajudando particularmente na solução de um problema.

Isto mostra que o jargão popular "Abra sua Mente" é válido quando se trata de meditar em busca de maior criatividade.


Ver mais notícias sobre os temas:

Meditação

Mente

Concentração

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.