Mulheres gordinhas fazem mais sexo do que as magras

Mulheres gordinhas fazem mais sexo do que as magras
Odalisca, de Botero.
[Imagem: Reprodução]

Peso e sexo

Pesquisadores descobriram que o peso das mulheres não parece afetar o seu comportamento sexual. De fato, mulheres com excesso de peso são mais propensas a relatar que tiveram mais relações sexuais com homens do que as mulheres consideradas como tendo um "peso normal."

O estudo, publicado no jornal Obstetrics & Gynecology, é baseado nos dados do comportamento sexual de mais de 7.000 mulheres. A pesquisa foi feita pela Dra. Bliss Kaneshiro, professora da Escola de Medicina da Universidade do Havaí, em conjunto com a Dra. Marie Harvey, da Universidade do Oregon, ambas nos Estados Unidos.

Obesidade e gravidez indesejada

Alguns estudos sugerem que mulheres com obesidade e sobrepeso têm um maior risco de gravidezes indesejadas do que as mulheres com peso normal, segundo a Dra. Kaneshiro. Embora vários fatores, incluindo o uso de anticoncepcionais e sua eficácia, possam aumentar o risco de uma gravidez não-intencional entre essas mulheres, o comportamento sexual e a freqüência das relações sexuais também pode ser um fator a ser considerado.

O objetivo da pesquisa era estudar o impacto da massa corporal sobre o comportamento sexual. É importante entender essa relação porque preconceitos dos médicos podem afetar como as mulheres acima do peso são aconselhadas sobre a gravidez e a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis.

Gordinhas sexualmente ativas

O estudo parece contradizer estereótipos largamente aceitos de que a mulheres com sobrepeso e obesas não são tão sexualmente ativas quanto as demais mulheres. Na verdade, os pesquisadores concluíram que o oposto é que parece ser verdade.

"Eu fiquei contente ao ver que o estereótipo de que você precisa ser magra para ter sexo é apenas isso, um estereótipo", disse Kaneshiro.

Gordinhas falam mais de sexo

Kaneshiro afirma que os dados mostram que as mulheres acima do peso são mais propensas a relatar intercursos sexuais com um homem, mesmo quando os dados são controlados para idade, raça e tipo de moradia. Os dados mostram que 92% das mulheres gordinhas relatam uma história de intercursos sexuais com um homem, contra 87% das mulheres com índice de massa corporal normal.

"Esses resultados foram inesperados e nós não sabemos realmente porque isso acontece", disse Kaneshiro.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sexualidade

Obesidade

Relacionamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.