Narcisismo e inveja podem formar mistura explosiva

Vulnerabilidades

Compreender a relação entre o narcisismo e a inveja pode fornecer informações importantes sobre as explosões repentinas de comportamento agressivo.

A psicologia tem associado o narcisismo com a inveja, mas um novo estudo coloca essa conexão de cabeça para baixo.

A maioria das pessoas narcisistas não são susceptíveis de sentir inveja, justamente por causa de seu senso inflado de superioridade.

Mas Omesh Johar e Zlatan Krizan, da Universidade Estadual de Iowa (EUA), demonstraram que há elementos explicativos específicos - vulnerabilidades - para a inveja, que podem levar a comportamentos explosivos quando misturados com o narcisismo.

"O narcisismo é uma construção mais multifacetada do que acreditávamos," disse Krizan. "Essa imagem comum do narcisismo que a maioria das pessoas tem, de um indivíduo grandioso e dramático é apenas um lado da moeda."

Estudo sobre a inveja

"[Os narcisistas] realmente entram em suas próprias fantasias," disse Krizan. "Se você acha que você é o maior, faz sentido não ter inveja dos outros, porque todo o mundo está abaixo de você, então não há nada a invejar. É realmente a vulnerabilidade que prevê a inveja e a prevê de forma muito, muito forte."

O estudo, publicado no Journal of Personality, contesta as teorias existentes que sugerem que a inveja é uma característica fundamental daqueles que são auto-absorvidos, arrogantes e exploradores.

Tudo começou com um estudo sobre a inveja.

Os voluntários da pesquisa identificados como vulneráveis à inveja tinham baixa auto-estima, muitas vezes eram perturbados, ansiosos e deprimidos.

"Essas pessoas ainda pensam que são especiais, merecedoras, e elas querem ser grandes, mas simplesmente não podem fazer isso," disse Krizan." Como resultado, elas são vulneráveis, sua auto-estima oscila muito, elas tendem a ser embaraçadas e não muito pró-ativas, mas passivas, tímidas e introvertidas."

Quanto mais vulneráveis são as pessoas, mais fortes são seus sentimentos de inveja.

Inveja com narcisismo

A combinação potencialmente perigosa - em relação às explosões repentinas de comportamento agressivo que fundamentavam o estudo - surge quando a inveja é adicionada ao narcisismo.

Embora narcisistas vulneráveis à inveja não tenham um comportamento tão evidente - devido ao fator "amortecedor" do narcisismo sobre a inveja -, eles podem ser mais propensos a explosões inesperadas de agressão.

"São estes indivíduos vulneráveis que são de alguma forma mais preocupantes, porque eles parecem ficar borbulhando em raiva tranquilos em um canto. E é apenas uma questão de tempo para que eles fiquem frustrados e ataquem verbalmente alguém, talvez até um colega inocente, por causa de alguma provocação que eles sentiram," disse Krizan.

Esse campo de pesquisas tem tido um grande impulso depois da série de ataques feitos a escolas nos Estados Unidos, geralmente por jovens sem qualquer histórico de agressividade.

Transtorno de personalidade narcisista

A preocupação maior é quando a raiva se transforma não em ataques verbais, mas em violência física.

Krizan disse que o tiroteio na escola Columbine, em 1999, é um exemplo em que o narcisismo e a inveja foram os prováveis fatores de motivação. Ele aponta para as fitas de vídeo deixadas pelos dois atiradores como prova.

"Se você olhar para as evidências que frequentemente são deixadas - em Columbine, por exemplo, você tem vídeos - essas 'aventuras de tiro' parecem ser uma espécie de tomada de poder por esses indivíduos," disse Krizan. "As fitas são também narrativas, em que é a pessoa toma o controle, elas são as responsáveis e vão determinar como as coisas vão acontecer."

É importante notar que há sempre uma combinação de fatores que contribuem para a violência nesses casos extremos.

No entanto, Krizan afirma que a compreensão de como a inveja e o narcisismo estão relacionados ajudará no diagnóstico e na definição de um transtorno de personalidade narcisista e suas consequências antissociais.


Ver mais notícias sobre os temas:

Emoções

Sentimentos

Espiritualidade

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.